Caldo verde com brócolis, uma receita de reaproveitamento

15 de março de 2011 3 Comentários por Maria

caldo verde com talos e folhas de brocolis 02

Este post com receita de caldo verde começa com a história do brócolis. Nunca fui fã de brócolis. Até que o experimentei assado, bem crocante. Desse dia em diante acho que toda semana ele aparece no jantar. Mas o que vai pro forno são apenas as florzinhas com um pedaço pequeno do caule.

Na primeira semana isso não foi problema (até porque não fui eu que fiz e nem notei o brócolis desfolhado enquanto comia). Mas quando fui repetir a dose, me deparei com um monte de caules e folhas. Lavei tudo, sequei, guardei na geladeira e parti pra internet em busca de inspiração.
Aprendi que tem gente que faz suflê, purê, farofa… E por acaso cheguei a uma receita de caldo verde tradicional. Então pensei “se fica bom com couve deve funcionar com brócolis”. E não deu outra!

Não segui as medidas da receita, apenas a idéia central de um caldo verde. E ficou tão gostoso e tão suave que eu o troxe pra cá, para inspirar você a aproveitar o máximo dos seus legumes, frutas e hortaliças.

Ingredientes (para duas porções)
3 batatas pequenas (ou 2 médias)
1 batata baroa (mandioquinha) pequena
2 dentes de alho
5 caules de brócolis e suas folhas
2 pimentas biquinho (ou outra de sua preferência – em menor quantidade se for ardida)
4 fatias de linguiça calabresa
1 colher de sopa de azeite
sal a gosto

Modo de fazer
Lave e seque os talos e as folhas. Faça um rolinho com as folhas, corte em tiras finas (como fazemos com a couve) e reserve.
Coloque numa panela de pressão a batata e a mandioquinha descascadas e grosseiramente picadas, as fatias de linguiça cortada em quatro pedaços cada, os talos do brócolis cortados, a pimenta, os dentes de alho e um pouco de sal. Acrescente água apenas para cobrir os legumes e leve ao fogo; quando atingir pressão reduza a chama e conte 20 minutos. Desligue o fogo e aguarde terminar completamente a pressão. Abra a panela, retire a maior parte da linguiça e bata o restante com o auxílio de um mixer ou liquidificador. Volte a mistura batida pro fogo médio e deixe ferver com a panela destampada.
Enquanto isso, aqueça o azeite numa frigideira, doure a linguiça e refogue as folhas de couve fatiadas. Transfira o refogado para a panela com o caldo, acerte o sal e sirva.

E se quiser mais idéias para reaproveitamentos… aqui (quase) nada se perde, tudo se transforma!

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

Os Campos com * são obrigatórios. Mas não se preocupe, seu e-mail não será divulgado.