Queijo caseiro temperado com ervas e pimenta

28 de abril de 2011 35 Comentários por Maria

Queijo caseiro temperado com ervas queijo

Lembram que eu disse que estou querendo me aventurar pelo universo dos queijos artesanais? Pois é, o tal livro ainda não chegou, nem o leite direto da vaca; mas já andei lendo sobre a fabricação do queijo Minas e experimentei de novo aquela receita bem básica de queijo cremoso.

Desta vez mudei um pouco o processo e resolvi temperá-lo e prensá-lo. E vou lhe dizer… ficou uma delícia! Testei também escorrer mais ou menos o soro e percebi uma diferença enorme: o que escorreu por uma noite inteira ficou semelhante a uma ricota; já o que deixei escorrer por pouco tempo – apenas o suficiente para parar de pingar – ficou super cremoso.

 

Queijo caseiro temperado com ervas

Ingredientes (rende 1 peça como a da foto abaixo)
1 litro de leite integral (de preferência direto da fazenda ou aqueles que são mantidos refrigerados – de saquinho ou garrafinha)
2 colheres de sopa de vinagre (busque um com sabor mais neutro)
2 colheres de sopa de suco de limão

Modo de fazer
Leve o leite ao fogo até ferver. Desligue o fogo, aguarde uns bons minutos (até que consiga deixar o dedinho imerso no leite por 10 segundos) e acrescente o vinagre e o limão. Misture e o leite talhará.

Forre uma peneira grande com um pano de prato limpo e despeje o leite talhado. Deixe escorrer a maior parte; depois amarre o pano numa colher de pau, pendure na torneira da pia e deixe escorrer – por uma noite se quiser um queijo semelhante à ricota, ou por cerca de uma hora se quiser uma consistência mais cremosa. Nesse caso, antes de retirar o queijo do pano de prato, dê uma boa torcida nele para eliminar um pouco mais do soro.

Depois de escorrido, fiz assim: misturei um pouco de sal e azeite. Transferi para um aro, apertei bem, salpiquei manjericão, sálvia e orégano picados, prensei e deixei na geladeira por um dia. Depois desenformei e comi. :) O de pimeta-do-reino fiz da mesma maneira, salpicando pimenta do reino esmagada e prensando com o modelador de hambúrguer.

Queijo caseiro temperado com pimenta

Gostaram? Então coloquem o leite pra ferver e separem seus temperos preferidos. Depois venham me oferecer um pedacinho, tá?! ;)

34 Comentários

  1. celialice
    5 anos atrás

    Já vi quem vai ser minha fornecedora de queijo em Ubatuba…
    Delícia Maria!

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Será um prazer! Até lá espero estar craque no quejo Minas. Mas terá que ser com leite de verdade, viu?! ;)

      Responder

  2. iris
    5 anos atrás

    parece delicioso!!!! espero experimentar no próximo fim de semana!
    bjs

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Combinado, Iris!!

      Responder

  3. Josy
    5 anos atrás

    Oi Maria, gostei dessa receita, sabe que adoro ricota e a uso em vários pratos que faço aqui em casa, acho que vou deixar a noite inteira como vc ensinou pra poder deixar virar ricota. Gostei muito, sempre quis aprender como se faz queijo em casa, em especial a ricota. Não falei que seu cantinho parece um dicionário culinário? Até queijo caseiro vou aprender. Só aqui mesmo amiga….. obrigada por compartilhar conosco a receita…..bjocas…um lindo final de semana pra vc

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Eu não curto muito ricota, Josy; a menos que seja bem temperadinha e umidecida com azeite. Tô louca pra tentar o Minas, mas esse demanda encomendar uns utensílios e ingredientes.
      Mas sabe o que acho mais legal?! É que vamos aprendendo juntas!
      Um ótimo domingo pra você! Com muitas queijadinhas! ;)

      Responder

  4. Cristina
    5 anos atrás

    Nossa, adorei! vendo vc descrever parece tão fácil, que acho que vou me aventurar…o aspecto está ótimo! Obrigada por partilhar!!
    um abraço.

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Cristina, é super simples mesmo! Aventure-se sem medo. Não esqueça de deixar o leite esfriar um pouco antes de acrescentar o vinagre e o limão (ou só o vinagre), até conseguir manter o dedo imerso. Depois que colocar o vinagre, observe se talhou bem; se achar que o soro e a "massa" não estão bem separados, coloque um pouco mais de vinagre ou limão (sem abusar pra não carregar no sabor). Depois volte e me conte tudo!!
      Beijo e ótima semana.

      Responder

  5. Ana
    5 anos atrás

    Que delícia de queijo! Eu vou fazer!!
    Depois conto o resultado.. ehheeh

    Beijos
    Ana

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Estou esperando, Ana!!
      Beijo!!

      Responder

  6. Paulo RT
    5 anos atrás

    Oi Maria
    Este é um dos mundos que eu queria dominar bem.
    Além dos pães e dos vinhos, vejo o queijo como um universo mágico. Milenar e mundial. Conseguiram ultrapassar fronteiras em tempos onde isso era muito difícil. E como os 3 combinam…
    Apesar de ter um antepassado vinicultor no sul da Itália, acredito que não farei vinho. Pão eu faço alguns muito bons, nada perto da infinidade que existe no mundo.
    Agora queijo, nunca fiz.
    Este artigo é muito tentador. Certamente farei. Depois conto.

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Nossa, Paulo, eu descobri recentemente que ainda tenho parentes no sul da Itália, mais precisamente na Sardenha, que são pequenos produtores/criadores e também produzem vinho. Ando sonhando com o dia que irei visitá-los e aprender um monte de coisas maravilhosas! Esse universo é fascinante, né?! Acho que ainda neste mês encomendarei os acessórios para queijo Minas; mas esse do post já me surpreendeu por mostrar como é simples dar esse primeiro passo. Troquemos o queria por quero e vamos em frente! :)
      Aguardo seus comentários futuros!
      Beijo.

      Responder

      • Paulo RT
        5 anos atrás

        Infelizmente, meu tio-avô que vivia 1 ano aqui e 1 ano lá, quando morreu, separou os bens regionalmente para cada lado da família.
        Quanto aos queijos, é verdade, que seja "quero", porque podemos tudo o queremos e vamos atrás.
        PS: Sinta-se convidada, você que me parece gostar de cookies, a ver a receita do "SABLÉ INFINIMENT CHOCOLAT", o famoso cookie de chocolate e flor de sal de Pierre Hermé no meu blog, com vídeo do próprio apresentando e dando dicas sobre esse cookie que para mim, é o melhor de chocolate que experimentei.

        Responder

        • Maria
          5 anos atrás

          Ah!! Pode ter certeza que irei sim conferir o post! Já amei!
          Eu conheci neste ano uma prima distante que mora na Itália (nem sei precisar exatamenteo grau de parentesco) e fiquei fascinada com os relatos de como vivem as famílias dos sobrinhos do meu avô. Brinquei com ela que quando eu for visitá-la nem vou querer passear, vou ficar só acompanhando o irmão dela e aprender a criar, matar e preparar porco. rsrsrs

          Responder

          • Paulo RT
            5 anos atrás

            Existe um doce famoso no sul da Itália, feito com o sangue da cabeça de um porco recém morto. Quem experimentou diz que é maravilhoso.
            Eu porém, não consigo comer NADA que venha do porco. Porco para mim é como se fosse cachorro.
            Se você for uma senhora do interior coreano, ignore o que falei sobre ser "como se fosse cachorro" rs

  7. Mariana
    5 anos atrás

    Olá, Maria, tudo bem? Parabéns pelo blog. Adoro seu site, é fofíssimo, e os vídeos são ótimos! Fiz essa receita e ficou uma delícia! Obrigada pelas dicas! Adoro "ricota" e sempre quis fazer em casa… Fiquei bem satisfeita com o resultado, dá pra variar bastante nos temperos também. Dessa vez só coloquei sal e zazeite, mas pretendo fazer outras vezes, inclusive outras receitas daqui também! Da próxima vez lembrarei de tirar uma foto e te mandar. Tudo de bom e sucesso! =)

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Adorarei receber uma foto, Mariana! Mesmo! Fico muito feliz ao saber que uma receita se comportou bem noutra cozinha. Afinal, é pra isso que estou aqui. ;)
      Tenho estado muito corrida mas em breve quero me dedicar ao queijo Minas. Gosta também?
      Beijo e obrigada pelo comentário!

      Responder

  8. ana maria
    4 anos atrás

    Oi maria vou fazer esta receita me parece boa e facil espero que de certo Obrigado.

    Responder

  9. Maria
    4 anos atrás

    Quero notícias do seu queijo, Ana Maria. :)

    Responder

  10. rita ladeira
    3 anos atrás

    vç é 10 nas explicaçoes obrig

    Responder

  11. rita ladeira
    3 anos atrás

    como faz o queijo TEFA?

    Responder

  12. joelma
    3 anos atrás

    maravilha gostei muito dessas receitas

    Responder

    • Maria
      3 anos atrás

      Que bom, Joelma. Quando experimentar alguma, volte para nos contar o que achou.
      Beijo.

      Responder

  13. luciana
    3 anos atrás

    adorei a receita do iogurte caseiro

    Responder

  14. carla
    3 anos atrás

    adorei vou fazer

    Responder

  15. Laisa
    2 anos atrás

    Maria,
    Por favor como é esse aro? E onde posso comprar?
    Obrigada pela receita.
    Laisa

    Responder

  16. Maria
    2 anos atrás

    Esse aro é um modelador de hambúrguer, Laisa. Eu comprei fora do Brasil, mas acredito que você encontre na internet ou em lojas especializadas de cozinha. :)

    Responder

  17. conceição de souza
    2 anos atrás

    Maria, entro no blog para olhar rapidamente porém, não consigo sair logo ! Suas receitas e pesquisas são interessantes. Eu gosto de culinária e de pesquisar dicas de gastronomia. Seu blog e dicas me ajudam muito. Mais uma vez, obrigada

    Responder

    • Maria
      2 anos atrás

      Obrigada, Conceição! Fico muito feliz saber que você frequenta e gosta do DigaMaria. Bem-vinda sempre! :)

      Responder

    • Maria
      2 anos atrás

      O aspecto estΩá ótimo, Izabella. :)

      Responder

One Trackback

  1. […] Caso queira uma opção mais grossa como o iogurte grego – ou até uma pasta mais sequinha, como uma coalhada seca – monte um coador de café com filtro de papel sobre um copo ou jarra e coloque o iogurte para escorrer na geladeira até obter a consistência desejada. O mesmo processo pode ser feito com um pano de prato e uma colher de pau, como explicado na receita de queijo caseiro. […]

Deixe seu comentário

Os Campos com * são obrigatórios. Mas não se preocupe, seu e-mail não será divulgado.