Doce de mamão em calda

31 de agosto de 2011 18 Comentários por Maria

Era um café da manhã como outro qualquer, exceto pelo fato que naquele dia resolvi mudar o destino das sementes do mamão que me alimentara; ao invés do lixo, descartei-as no canteiro de pouco mais de meio metro que fica em frente à cozinha.

Pouco tempo se passou até eu ser surpreendida por magricelas mudinhas de mamoeiro brotando onde havia apenas terra e salsinha. Deixei que crescecem um pouco mais, elegi a mais bonita e desejei que aquele pedacinho de terra fosse suficiente para sua prosperidade.

Menos de um ano depois de ser apenas semente, flores começaram a desabrochar. Pesquisei um pouco e aprendi que o mamoeiro podia ser macho, fêmea ou hermafrodita e que havia a chance de ser um mamão oco. Como eu não queria um mamoeiro de enfeite, ali começou minha torcida pelo conteúdo das frutas. Precisei torcer por longos seis meses até descobrir que não só eram “mamões de verdade” mas eram também muito doces. E enquanto me delicio com aqueles que calmamente vão amadurecendo, aproveito também alguns verdes para preparar esses doces que já presentearam mãe, pai, sogra… E este daqui vai de presente pra você.

IngredientesDoce de mamao 02
1 mamão papaia médio verde (cerca de 600 gramas)
3 xícaras de açúcar
7 xícaras de água
1 pitada de sal
1 pedaço de pau de canela
3 cravos
1 cardamomo

Modo de fazer
Descasque o mamão, parta-o ao meio, retire e descarte as sementes.
Corte-o em tiras finas (com o auxílio de um mandoline ou descascador de legumes) ou rale grosso.
Desta vez segui uma dica para deixar o entorno mais durinho e o meio macio e deixei de molho o mamão já fatiado coberto com água e uma colher de sopa de bicarbonato. Mas não estou certa se essa etapa mudou algo no resultado final. Portanto, considere-a opcional.


Coloque as xícaras de água e açúcar numa panela e leve ao fogo médio. Aguarde o açúcar dissolver e quando iniciar a fervura abaixe o fogo, adicione a pitada de sal, os temperos e o mamão. As fatias deverão ficar todas envoltas pela calda.
O tempo de fogo dependerá do quão verde o mamão está e do ponto que lhe agrada. O da foto demorou cerca de 40 minutos no fogo mas o anterior a ele ficou apenas 20. Portanto, depois de uns 15 minutos, retire uma fatia e experimente. Desligue o fogo quando estiver na consistência que lhe agrada. Transfira para um pote esterelizado, deixe esfriar em temperatura ambiente e conserve tampado na geladeira.
Sirva puro, com requeijão ou queijo minas.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

Os Campos com * são obrigatórios. Mas não se preocupe, seu e-mail não será divulgado.