Cuscuz paulista, um prato completo

29 de Abril de 2013 22 Comentários por Maria

Fui convidada para assinar uma coluna no caderno Prazer&Cia, no jornal A Gazeta, como contei noutro post. Mas como esse conteúdo impresso fica restrito aos moradores do Estado do Espírito Santo, depois de publicado lá eu o trarei para cá para que todos vocês possam usufruir. Então aqui vai a minha coluna de estréia. Façam bom proveito! cuscuz paulista

Conteúdo publicado no Prazer&Cia do Jornal A Gazeta em 19/04/2013.

cuscuz paulista receita

Acho que a melhor maneira de iniciar uma nova coluna é me apresentando: muito prazer, eu me chamo Maria.

Sou carioca na certidão de nascimento mas cresci em terras capixabas: dos seis aos trinta anos morei em Vitória – cidade linda de se ver e vivenciar. Estudei na UFES e boa parte da minha vida profissional dediquei à Usina de Imagem, empresa do talentoso Humberto Capai que, para meu orgulho, é meu pai.

Aos trinta, o inesperado aconteceu: me apaixonei, casei e mudei. Arrisco dizer que São Paulo tentou me acolher mas eu não consegui ser acalentada por tanto cinza, barulho e movimento e, acostumada com o horizonte do mar, me recolhi à quietude do novo lar. Ali, entre quatro paredes e na companhia de um computador, a cozinha virou minha distração nas horas vagas e, sem que eu percebesse, as horas vagas iam se tornando as horas úteis e eu me apaixonava mais e mais por elas.

Passados dois anos voltei para perto do mar, no litoral norte de SP, e me dediquei ao recém-nascido DigaMaria.com. Com ele vieram leitores – cada vez mais numerosos, fiéis e companheiros – e a vida ganhou um novo sentido: um constante aprender e ensinar.

Mas por hoje chega de biografia pois não faltarão histórias nesta coluna que quinzenalmente escreverei para vocês, sempre recheada com uma nova receita. A proposta será a mesma do blog: comidas de execução simples mas com um toque de sofisticação, seja na combinação de sabores, seja na apresentação. Saborearemos juntos o modo de fazer de pratos doces e salgados, comidas saudáveis e escapadinhas para o final de semana.

cuscuz paulista receita

E para começar, escolhi uma receita que dispensa acompanhamentos, tem gostinho de mar e é um prato muito apreciado pelos bandas de cá: o cuscuz paulista. Além de prático, ele  permite variar os sabores e aproveitar peixe ou frutos do mar vindos de outra refeição. No da foto, por exemplo, usei postas de peixe que sobraram de um almoço no dia anterior. Sua consistência é firme, ideal para servir em fatias ou moldar porções individuais, e pode ser comido quente ou frio.

Rendimento
uma forma de 20 cm de diâmetro com furo no meio

Ingredientes para o cuscuz paulista
2 ½ xícaras de farinha de milho em flocos (200 g)
1 colher de sopa de farinha de mandioca
4 xícaras de caldo de peixe, de camarão ou de legumes (1 l)
1 ½ xícaras de peixe desfiado (já cozido)
½ xícara de cebolinha picada
½ xícara de salsinha picada
½ xícara de milho (grãos cozidos)
3 dentes de alho espremidos
1 cebola pequena picada em cubos pequenos
3 tomates pelados + 3 colheres de sopa do molho
2 colheres de sopa de leite de coco
azeite
sal e pimenta a gosto
para decorar
ovo cozido fatiado
azeitonas
palmito
opcionais
camarão, sururu ou siri previamente refogados
sardinha ou lascas cozidas de bacalhau

cuscuz paulista receita
essa é a farinha de milho em flocos

Modo de fazer o cuscuz paulista
Junte as duas farinhas com uma xícara do caldo, misture com as mãos e reserve.

Unte a forma com azeite e a decore com fatias de ovo, azeitonas, pedaços de palmito, tempero verde e o que mais quiser. Reserve.

Em uma panela que comporte todos os ingredientes, aqueça um pouco de azeite e refogue a cebola. Quando ficar translúcida, junte o alho e frite um pouco mais. Acrescente os tomates e seu molho e mexa até que se desfaçam.

Coloque agora o restante do caldo e o leite de coco, o peixe desfiado e o milho. Se quiser, acrescente pimenta. Experimente o sabor e acerte o sal se necessário.

Assim que ferver, junte aos poucos as farinhas, mexendo sempre para incorporá-las ao caldo. A mistura deverá formar uma massa firme e descolar do fundo da panela, como uma polenta de corte.

Por último misture a salsinha e a cebolinha e, se estiver usando, os frutos do mar já cozidos. Assim que a massa estiver no ponto, transfira-a ainda quente para a forma untada e decorada. Aperte a mistura com as costas de uma colher para compactá-la na forma.

Deixe esfriar em temperatura ambiente e desenforme na hora de servir. Bom apetite!

cuscuz paulista receita

A inspiração e boa parte das proporções dessa receita vieram do blog Mexido de Idéias.

22 Comentários

  1. Cozinhar sem Lactose
    6 anos atrás

    Deve ficar uma delícia!

    Responder

    • NELY DARZI
      6 anos atrás

      amo demais esse prato. Parabens essa sua receita é divina.

      Responder

  2. Cila
    6 anos atrás

    adorei a receitinha de cuscuz!!
    bjus

    Responder

  3. Susana
    6 anos atrás

    Que bela ideia de usar o cuscuz, gostei muito.
    Boa sorte na sua coluna, kiss
    Susana

    Responder

  4. rubens adalberto
    6 anos atrás

    Maria, caríssima, tive vontade de entrar pelo vídeo a dentro e provar o seu cuscus paulista – iguaria que adoro. Vou preparar a sua receita; a minha não leva peixe nem milho; leva tirinhas de sardinha em óleo,
    Depois vou comer e acompanhar com um belo Sauvignon Blanc. À ta santé. Rubens Adalberto

    Responder

  5. Léia
    6 anos atrás

    Oi Maria, adoro cuzcuz e o seu ficou lindo e apetitoso.Adorei sua receita.Boa sorte com sua nova jornada, te desejo muito sucesso.Beijos querida.

    Responder

  6. NILCEA
    6 anos atrás

    HUM BOM DEMAIS PARABVENS,,,

    Responder

  7. Rachel Azevedo
    6 anos atrás

    Eu amooooo cuscuz, Maria! Esse, encheu minha boda d'água…preciso fazer .
    Parabéns pela coluna…sucesso!
    Bjuss!!!

    Responder

  8. ludmylla
    6 anos atrás

    Nossa, voltei ao dia em que, com muito privilégio, provei sua receita de cuscuz paulista-capixaba! Todo sucesso na coluna, Lia! É um orgulho tê-la novamente por aqui! :)

    Responder

  9. Rosangela Lopes
    6 anos atrás

    Olá, quero testar a receita porém gostaria de saber se posso colocar sardinha em conserva no lugar de peixe desfiado. Aguardo resposta. Obrigada

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Pode sim, Rosângela. Mas como o sabor da sardinha é mais forte talvez deva colocar um pouco menos. Vá experimentando enquanto mistura até chegar num ponto que lhe agrade. :)

      Responder

  10. Aglisson
    6 anos atrás

    Muita história tem esse prato. E eu, que fiz o caminho inverso seu, pois sou de família paulista e vim morar em Vila Velha, cresci comendo essa belezura de cuscuz. O da mamãe ficava igualzinho ao seu: lindo! Toda a família se acabava…

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Gostei de saber do caminho inverso, Aglisson. E hoje, o que mais gosta de comer em terras capixabas?

      Responder

  11. Edna Mateus
    5 anos atrás

    Eu simplesmente amo este prato! O segredo é dar o ponto certo, no fogo, para que dê tempo de cozinhar a farinha e o prato fica bem suculento…. (já comi alguns em que a cozinheira, pouco afobada, acresceu mais farinha achando a medida não ser suficiente e deixou o prato com gosto de "cru" e seco)
    De resto, minha única recomendação é a de sentar e saborear um belo pedaço!

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Boa observação, Edna. Em geral, todos os pratos que levam farinha – seja cuscuz, pirão ou molho bechamel – tem que ser bem cozidos para eliminar o gosto dela. Obrigada pela contribuição. :)
      Beijo!

      Responder

  12. Rosangela
    5 anos atrás

    Acho que agora vou APRENDER a fazer essa delícia! Obrigada.

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Vai fundo, Rosangela! E depois me conte o que achou do preparo e do sabor.
      Beijo!

      Responder

  13. amelia
    5 anos atrás

    Acho o cuscuz um prato muito saboroso, mas dessa forma que preparou deve ser melhor ainda vou tentar fazer p/matar a saudades dos pratos brasileiros.

    Responder

  14. maria da conceição
    3 anos atrás

    olha maria , adorei seu cuscuz , você poderia fazer um de carne ?

    Responder

    • Maria
      3 anos atrás

      Um cuscuz paulista de carne?! Que boa idéia, Maria da Conceição! :D

      Responder

  15. Rafaella
    3 anos atrás

    Quanto tempo deixo cozinhar a farinha de milho ?

    Responder

    • Maria
      3 anos atrás

      Até a mistura formar uma massa firme e descolar do fundo da panela, como uma polenta. :)

      Responder

Deixe seu comentário

Os Campos com * são obrigatórios. Mas não se preocupe, seu e-mail não será divulgado.