Chantili caseiro com canela

Mal tinha chegado à adolescência quando conheci o La Mole – restaurante carioca que há anos não vou, mas que mora na minha memória afetiva. De lá vem minha primeira lembrança do chantili. Eu sempre pedia os profiteroles de sobremesa e não lembro ao certo como o chantili chegava à mesa (talvez acompanhando o café de algum adulto), mas o fato é que chegava e eu raspava o potinho redondo de inox até não haver mais nada.

Chantili caseiro com canela

Quando o chantili em spray apareceu nas prateleiras refrigeradas dos supermercados, fiquei fascinada. Aquela latinha me pareceu mágica por alguns anos e lembro que de vez em quando precisava conter os ataques da minha irmã caçula que abria a geladeira, mirava a própria boca e se empanturrava de chantili.

Mas apesar de toda a festa, sempre soube que o do La Mole era melhor e só entendi o porquê quando comecei a me aventurar na cozinha. O chantili caseiro… esse sim me encantou! Ele passa do líquido ao aerado ali na nossa frente, é doce tanto quanto gostamos e ainda pode ser temperado!

Chantili caseiro com canela

Foi o que resolvi fazer numa dessas tardes frias nas quais a gente pensa de maneira tão recorrente numa bebida quente. A textura macia e o sabor suave de canela foram a companhia ideal para um café.

Mas sugiro que vocês também experimentem com um encorpado chocolate quente ou ao lado de um bolo de maçã. Que tal?

Ingredientes (rende um potinho como o da foto, que dá para acompanhar duas ou três xícaras pequenas)
100 ml de creme de leite fresco
1 pedaço de pau de canela
de 1/2 a 1 colher de sopa de açúcar refinado

Modo de fazer
Aqueça o creme de leite fresco com a canela até levantar fervura.
Desligue o fogo, aguarde esfriar e leve à geladeira até ficar bem gelado.
Transfira para a batedeira, junte o açúcar e bata até o ponto de chantili (fique de olho pois do ponto do chantili para o da manteiga bastam alguns segundos de descuido;).
Mantenha refrigerado até a hora de consumir.

Chantili caseiro com canela

Graças a esse monstro chamado de impotência sexual ou de disfunção erétil .

Você também pode gostar...

29 comentários

  1. Gabrielle Fernandes diz:

    Maria,

    Quanto tempo pode ficar na geladeira??

    Bjos,

    Gabi

    1. Gabrielle, aqui nunca conseguimos demorar para consumir, então, pela minha experiência, não sei lhe responder com precisão. Mas por se tratar de gordura e açúcar (ui) acredito que não estrague com facilidade. ;)
      Beijo!

  2. Mauren diz:

    Sempre fico na duvida sobre o creme de leite.

    Qual é o fresco? Fica escondido onde nos supermercados?

    hehehe

    1. Olá, Mauren!
      O fresco é aquele que fica na geladeira, vendido numa garrafinha. E só serve ele pra bater chantili, viu?! ;)

      1. Marlene Martins diz:

        Oi…
        Tenho estado a ler o que você posta e é bem interessante..
        No entanto, deixa eu te dizer…
        Em Portugal temos o “creme de leite” pasteurizado, que não está no frio, e que após ser colocado para esfriar dá um chantily magnífico..

        ;)

        1. Ah! Isso é novidade para mim. No Brasil nunca vi essa alternativa. Buscarei quando tiver a oportunidade de voltar a Portugal. :)

  3. denyr nazario diz:

    NOSSA Q DELICIA EU AMOO ME DEU ÁGUA NA BOCA. /

  4. Cibele diz:

    Que ideia maravihosa de acrescentar a canela…nunca pensei nisso e com certeza vai para minha lista de receita…

    Bjkssss

    1. Também nunca tinha pensado até esse dia, Cibele. rs
      Beijos. E me conte quando fizer por aí.

  5. Tb nunca pensei em por canela; costumo colocar baunilha, a de essência mesmo, dessa forma dá até pra consumir com bem pouco ou até sem açúcar.

    1. Acho que nunca coloquei baunilha, Ana… Vou experimentar. :)

  6. Deve ficar uma delicia como cobertura de cupcake de banana ;))

    1. É uma boa idéia, Nina. ;)

  7. Ai Maria que delícia, anotei aqui pra fazer, bater creme de leite fresco sempre é um desafio para mim, tendo de esquentar antes então…senhor!

    Mas vou arriscar…ó, na receita de bacalhau com natas (tradicional) também só serve creme de leite fresco.

    Bom fim de semana para você!

    Bjuss!!!

    1. Nunca faço bacalhau, Rachel, mas ando ensaiando uns camarões com natas… ;)
      Na minha opinião, os segredos para bater o creme de leite fresco são: deixá-lo bem gelado (pode até colocar por uns 15 minutos nos congelador) e não desgrudar o olho quando ele começa a encorpar. Mas mesmo assim, há bem pouco tempo, talhei um que estava batendo pra virar sorvete. rs Acontece.
      Beijo! E depois me conte o que achou.

  8. maria, suas receitas sao maravilhosas e sempre vc tem uma boa dica pra ocasiao…

    1. Obrigada, Cida! Volte pra contar sempre que experimentar uma receita. Adoro saber! ;)

  9. Maria parabens pelas receitas, gosto muito da maneira como você as transmite.

    Maria sempre que faço chantily com creme de leite fresco, eu deixo-o gelar e em seguida bato, nunca fervi creme de leite fresco. Porque necessida desta processo?

    Grande abraço.

    1. Para o chantili não há mesmo necessidade de ferver, Maria Francisca. Neste caso aquecemos para temperá-lo com a canela, só por isso. :)
      Beijo.

  10. Wow! me deu agua na boca, eu sempre pedia cafezinho no La Mole

    so pra comer o chantilly. Vou Tentar essa receita ! obrigado pelas dicas.

    1. Depois me conte se lembrou o do La Mole, Sonia. ;)

  11. Katia Monticelli diz:

    Olá Maria!!

    Moro em Florianopolis e aqui praticamente não existe o creme de leite para fazer chantili, esse mais líquido, uso eventualmente a nata, que vem em pote, nunca consegui fazer aquele chantili cremoso, molinho…tava pensando em acrescenar leite para ver se chego no ponto mais próximo, se conseguir testarei esse com canela!!! abraços

    Katia

    1. Katia, eu nunca usei nata – porque aqui não a encontro – mas o que já li foi que ela desempenha o mesmo papel que o creme de leite fresco. O que acontece quando você bate a nata na mão ou na batedeira?

      1. Marlene Martins diz:

        Vira chantily!
        ;)

  12. Katia Monticelli diz:

    Oi Maria!!

    A nata batida fica mais, pesada, não ganha a leveza do creme de leite fresco, e pra perder o ponto é só piscar e vc tem manteiga instantaneamente, uso muito a nata para fazer strogonoff, molho branco, sempre substituo o creme de leite de lata ou de caixinha pela nata!!!

    abraçãooo

    1. Katia, como disse não tenho experiência com a nata, mas o ponto do creme de leite fresco também se perde num piscar de olhos. rs

  13. Jonathan diz:

    Tive a ideia de fazer isso com avelãs, mas tenho medo de após fervido ele não vire mais chantilly, corre o risco disso acontecer?

    1. Nesta receita ele chega a ferver, Jonathan, e depois emulsiona da mesma maneira. Só é preciso estar bem gelado.
      Mas como você pensou em inserir as avelãs?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.