Cachorro-quente com linguiça e um toque francês

Cachorro-quente é dessas comidas quase unânimes: praticamente todo mundo gosta. E acho que justo por ser tão popular, cada um tem sua maneira de preparar, diferindo pouco ou muito da receita tradicional. Mas nesse caso, além das variações que eu e vocês fazemos, o tradicional pão com salsicha pode ser bem diferente aqui, ali e acolá.

cachorro-quente 02

Perguntei no Facebook como os leitores preparavam cachorro-quente. Confirmei que algumas pessoas adotam a versão com salsicha em cubinhos e carne moída – ou bolonhesa – que conheci no Espírito Santo e adoro. Fui surpreendida por receitas que levam creme de leite no molho de tomate, refogam a salsicha com limão ou usam coentro como complemento. Isso tudo apenas no pequeno universo do DigaMaria no Facebook… E pelo mundo afora, já imaginaram?

Pesquisei um pouquinho e encontrei uma diversidade enorme de receitas e variações do hot dog: com abacate no Chile, com molho adocicado ou picante na Tailândia, temperado com teriyaki no Japão, coberto com purê de batata aqui no Brasil ou com queijo gruyère gratinado nas versões francesa e deste post. Para os curiosos, compartilho esses links da Wikipedia e do MatadorNetwork.

Se o nosso tradicional cachorro-quente é perfeito para festas infantis ou para um farto lanche, o cachorro-quente deste post tem um toque gourmet. Aqui em casa ele figura em noites nas quais quero uma refeição descontraída mas acompanhada por uma cerveja, preferencialmente de sabor mais forte.

Cachorro-quente com linguiça e um toque francês

O preparo é rápido e o queijo gruyère, se não for acessível para alguns, pode ser substituído por outro como o Emmental produzido no Brasil. Portanto, quero ver todo mundo indo pra cozinha experimentar esse super saboroso cachorro-quente. E claro, mandem notícias. ;)

Ingredientes
pão francês (pão de sal)
linguiça fina de sua preferência (usei calabresa)
queijo gruyère ou emmental ralado
molho de tomate (de preferência suave, levemente adocicado e caseiro)
óleo ou azeite

Modo de fazer
Afervente a linguiça (em água fervente) por 3-4 minutos. Escorra a água e doure a linguiça numa frigideira quente com um fio de óleo ou azeite.

Corte o pão no sentido do comprimento; comece pela superfície de cima sem cortá-lo até embaixo.

Passe uma camada de molho de tomate no interior do pão. Acomode a linguiça, distribua o queijo ralado por cima e leve ao forno bem quente até dourar.

Cachorro-quente com linguiça e um toque francês

E já que falamos tanto das variações de um sanduíche tão querido, confiram a versão francesa do nosso misto-quente: o croque!

Já o serviço de saúde britânico afirma ser possível ter ereção ingerindo uma pílula até quatro horas antes .

Você também pode gostar...

17 comentários

  1. Nossa que delicia, aqui em casa amam cachorro quente!

    1. Então vamos correndo pra cozinha, Erli! ;)

  2. geeeeeeente que babado, já quero fazer! esse queijo é complicadinho de achar ou neem?!

    1. Ingrid, nas capitais você acha em qualquer supermercado que tenha queijos importados. Não sei como é no interior. Onde você mora? De qualquer forma, se não achar, vá de emmental ou mesmo queijo prato. ;)

  3. emanoel rocha diz:

    Ficou lindo Maria, mas to em duvida isso é linguiça ou salsicha????

    1. Isso é linguiça, Emanoel. É uma calabresa fininha. :)

  4. vbfranca diz:

    Boa tarde

    Sempre otimas surpresas e delicias gastronomicas,

    muito Bom

  5. Ethienne diz:

    Aprovadissimo esse cachorro gourmet!!!! Acabei de fazer e ainda bem que só fiz um pra mim, pq fiquei numa vontade louca de comer mais!!

    Maria querida como sempre arrasando nas receitas!

    Grande beijo!!!

  6. Ola… Adoro voce e suas receitas.

    Ontem participei dos Chefs na Rua e estava junto com o Chef Rafhael do Restaurante Marcel. Nós servimos Hot Dog Frances. Que era servido numa baguete especial, com salsicha Frankfurter da Marca extraordinária BERNA (tudo bem que tralho na Berna né, mas a marca é muito boa realmente, se voce não conhece vale a pena experimentar), molho bechamel e gratinado com queijo gruyère. Menina, vc não imagina como ficou delicioso….

    Bjs

    1. Adoraria ter experimentado o do Raphael. Fiquei com água na boca só de imaginar.
      O hot dog francês será o próximo a aparecer por aqui, Daniele. Está decidido! :D

  7. Ei Maria! Que coisa linda, vou fazer e te falar como ficou. Aqui perto da minha casa tem uma padaria que faz um com pão de batata, salsicha, catupiry, vinagrete e milho, dos deuses. Mas esse aí… ai ai ai

    1. Bateu uma saudade de pão de batata, Val. Quem sabe preparo um no próximo cachorro-quente?! ;)

  8. Maria! Eu sempre fazia cachorro quente com chilli, mas resolvi fazer esse com linguiça. Porque além de adorar os queijos que vc sugeriu, meu namorido – que é gaúcho – tem esse costume de comer hot dog com linguiça ao invés de salsicha. Mas essa tua receita elevou ao nível 1000 o dele e nossa, ele pediu pra te dizer que agora me ama ainda mais pq eu fiz e ficou maravilhoso! Valeu mesmo! Viramos teus fãs! A medida que eu for tendo tempo, vou fazer todas as tuas receitas. A primeira da fila é o sorvete de brigadeiro! Beijo e suuuuuuuuper parabéns pelo blog! :)

    1. Ai que fofura um namorido te amando mais por isso e pedindo pra você vir me contar, Erika… <3 Eu também virei fã de vocês! :)
      Sejam muito bem-vindos e comentem sempre que experimentarem uma receita ou quando tiverem alguma dúvida ou sugestão.
      Beijão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.