Carne de panela com cerveja malzbier

Enquanto elaborava este post pensava se é (quase) unânime o conforto produzido por um prato de carne de panela. Quando penso nesse preparo – em qualquer uma de suas tantas variações – imagino a carne sendo servida e, para cada pessoa, trazendo uma lembrança diferente. Para uns aquele prato fumegante representa o carinho da avó; para outros, aquele dia triste que foi reconfortado com essa comidinha tão acolhedora; para algumas, a satisfação de reproduzirem a comida de mãe enquanto se tornam novas mães; e por aí vai.

Carne de panela com cerveja malzbier

Eu não tenho nenhuma lembrança afetiva específica ligada à carne de panela, mas, ainda assim, ela me traz uma gostosa sensação de conforto, de familiaridade, de carinho. Talvez por isso essa já seja a quarta versão que trago para o blog, antecedida pela carne de panela com purê de mandioquinha, por uma caprichada no tomate para comer com espaguete, e pela terceira, mais refinada e muito saborosa, servida com tomate seco e arroz de abacaxi.

A carne de panela deste post foi originada por uma cerveja malzbier deliciosa que eu trouxe de viagem. A garrafa tinha 750 ml e já não era a primeira que bebíamos naquela noite. Resumindo: sobrou meia garrafa na geladeira e prometi que não a desperdiçaria empregando-a numa boa receita. No dia seguinte comprei um quilo de músculo bovino e fui para a cozinha aproveitar a cerveja.

Carne de panela com cerveja malzbier

Deixei o moho levemente picante e servi a carne de panela com um purê de batata bem lisinho, processado com mixer, um pouco da água do cozimento das batatas e uma colher de manteiga. Conforto é pouco para descrever uma refeição assim.

Ingredientes para seis pessoas
1 kg de músculo bovino cortado em cubos médios/pequenos
250 ml de cerveja malzbier
3 tomates grandes maduros sem sementes e picados pequenos (1 ½ xícara)
1 colher de chá de gengibre ralado
1 colher de chá de pimenta malagueta sem semente picada pequena
1 colher de chá de molho inglês
2 colheres de chá de farinha de trigo
2 colheres de chá de sal grosso
1 colher de sopa de óleo de girassol

Modo de fazer a carne de panela com cerveja malzbier
Aqueça o óleo na panela de pressão e refogue o gengibre. Junte a carne e frite até selar.

Acrescente o tomate, a pimenta, o molho inglês, o sal e a cerveja. Mexa para misturar e tampe a panela. Quando chiar, abaixe o fogo e conte 30 minutos.

Desligue o fogo, aguarde terminar a pressão, abra a panela e cheque se a carne já está macia (se não estiver deixe cozinhar um pouco mais na pressão).

Coloque num copo um pouquinho do caldo que se formou e misture a farinha de trigo até dissolver completamente. Volte com essa mistura para a panela, incorpore bem ao caldo e reacenda o fogo baixo. Deixe ferver com a panela destampada até o caldo reduzir e encorpar.

Carne de panela com cerveja malzbier

Sugestões de acompanhamento: purê de batata, purê de mandioquinha, arroz branco ou integral, arroz falso de couve-flor, polenta ou canjiquinha.

A tecnologia da medicina , que se entende como sendo a incapacidade de obter ou manter uma ereção (rigidez do pênis) suficiente para um desempenho sexual satisfatório.

Você também pode gostar...

14 comentários

  1. Uah, que bela carne, adorei.

    Kiss, Susana

    1. Obrigada, Susana! :)

  2. ana maria diz:

    Oi Maria!

    Mesmo estando ocupadíssima terminando minha tese de doutorado, eu sempre dou uma passada no seu blog para ler e ver as novidades.

    Essa carne de panela vou fazer no fim de semana para agradar o maridão.

    bjks e tudo de bom,

    Ana

    1. Espero que ele adore, Ana Maria. Depois me conta?
      Beijo!

  3. Fátima Martin diz:

    Costumo fazer aqui em casa com cerveja preta, mas me ensinaram a usar um pacote de sopa de cebola. Fica uma delícia, imperdível.

  4. Mais uma ótima receita!! Fico aqui salivando…rss

  5. Oi Maria que carne mais linda e de cor viva.Fiquei aqui imaginando o sabor dessa delicia.Adoro pratos assim.Receita anotada e desejada.Beijos querida.

  6. Deve ficar uma delícia, Fátima; o creme de cebola vai bem em diversas receitas. Mas sempre que dá, evito usar temperos industrializados. ;)

  7. Que bom que gostou, Luciana! :)

  8. Um viva à praticidade, ao sabor e ao conforto desses pratos! :) Espero que experimente e em breve. Beijo!

  9. Margo Loureiro diz:

    Querida Maria, você tem sido uma inspiração para o meu trabalho. Obrigada por contribuir com suas lindas histórias e as belíssimas receitas. Grande abraço!!!

    1. Fico muito feliz em saber disso, Margo. Bons desdobramentos são sempre bem-vindos e gratificantes.
      Abraço e sucesso! :)

  10. Danielle Menezes diz:

    pode ser feita sem o gengibre o oleo girassol i sem a pimenta ?

    1. Olá, Danielle. Substitua o gengibre por alho e o óleo de girassol por azeite ou outro óleo que você tenha o costume de usar. Pode tirar a pimenta também. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.