Bolo vegano de fubá com goiabada

Sem ovos ou leite, esse bolo vegano de fubá com goiabada é uma perdição ao lado de uma xícara de chá ou café.

A receita desse bolo vegano de fubá com goiabada chegou até aqui graças a um encontro feminista. Não, não era eu que estava lá e sim a minha irmã mais nova. A caçulinha da casa – 10 anos mais nova que eu – cresceu e se tornou super ativa nas questões de corpo, mente, alma e olhar. Amadureceu e virou uma mulher bela, sem perder os ares de molecona, como será sempre em minha memória afetiva formada em seus tempos de guitarra, skate e amigos que divertiam a casa semanalmente. Bons tempos.

bolo vegano de fubá com goiabada

Mas voltemos ao presente – ou ao passado próximo – quando ela me visitou há alguns meses. Passou cerca de uma semana aqui e antes de embarcar de volta para o Rio fez questão de preparar e me servir esse bolo vegano (esqueci de dizer que seus passos trilham agora também um novo caminho na alimentação). Fiquei emocionada com aquele tabuleiro quentinho de bolo, com o gesto de servir quem lhe servia, de cuidar de quem lhe cuidou; gesto fruto da troca que aprendemos a praticar desde pequenas, não sei ao certo se por instrução de nossos pais, mas certamente por observá-los nas suas relações com o mundo.

O bolo estava perfumadíssimo e muito saboroso. O acompanhamos com uma xícara de café passado na hora enquanto eu aproveitava aqueles últimos minutos de sua visita e disfarçava a saudade que já sentia. Sou assim mesmo: sinto saudades por antecipação. Dias depois – ela lá e eu aqui – pedi por e-mail a receita para prepará-la eu mesma e trazer para o blog.

Na primeira vez que comi esse bolo de fubá com gioabada, ele foi feito num tabuleiro retangular, desses pra gente nem desenformar e se servir nele mesmo. Talvez por isso não tenha notado que os pedaços de goiabada – colocados direto sobre o tabuleiro untado, antes mesmo da massa – grudam um pouquinho no fundo. Então proponho que se coloque um pouco de massa para depois colocar a goiabada. Outra diferença está no acabamento: minha irmã colocou tiras finas por cima e eu quis decorar com círculos e os cortei muito altos. Resultado: ficaram pesados e afundaram um pouco. A mim não incomodou, mas tenho duas sugestões para quem se preocupar com isso: uma é cortar pedaços menores e mais leves. A outra, é uma dica lembrada pela Diana – querida e atenta leitora do blog – que consiste em envolver a goiabada, ou qualquer item que vá em pedaços no meio da massa, com uma fina camada de farinha de trigo; isso faz com que o ingrediente em questão não afunde.

bolo vegano de fubá com goiabada

Recordações escritas e considerações feitas, vamos à receita que este post me deixou com vontade de uma boa xícara de café e o horário é dos mais propícios para isso. ;)

Ingredientes para o bolo vegano de fubá com goiabada
(rende uma forma de +/- 20 cm de diâmetro)
1 xicara de óleo
1 xicara de fubá
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo (usei 1 xícara de farinha de trigo refinada e ½ xícara de farinha de trigo integral fina)
1 xícara de açúcar demerara
1 xícara de leite de coco
1 xícara de água
½ xícara de coco ralado desidratado e sem açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó
500 gramas de goiabada

Modo de fazer
Preaqueça o forno a 190º C.

Numa tigela, junte o açúcar e o óleo e mexa com uma espátula ou colher de pau até combinar. Acrescente o fubá e incorpore. Misture a farinha de trigo peneirada e acrescente a água, o leite de coco e o coco ralado. Mexa com um fouet até ficar homogêneo. Por último acrescente o fermento e incorpore bem à massa.

Corte metade da goiabada em cubinhos e a outra metade em tiras, círculos ou no formato que quiser decorar o bolo.

Unte uma forma com óleo (ou manteiga) e farinha de trigo e coloque uma fina camada de massa. Disponha sobre essa camada os cubinhos de goiabada e distribua por cima o restante da massa do bolo. Finalize com a outra metade da goiabada cortada.

Leve o bolo ao forno preaquecido por 35-45 minutos ou até que passe no teste do palito (que deverá ser intruduzido no meio do bolo e sair limpo) e esteja levemente dourado por cima.

Aguarde esfriar um pouco e desenforme.

bolo vegano de fubá com goiabada

Obs.: para aqueles que estão se perguntando o que é um bolo vegano, neste link tem a definição da palavra.

Para a ereção dar certo , pode ser resolvida na maioria das vezes através de um remédio, se é que pode se chamar assim.

Você também pode gostar...

30 comentários

  1. Adoro goiabada e bolo de fubá! juntos devem ser uma perdição!

    Em relação a dica, é isso mesmo, acho que a farinha dá um atrito maior ao que se quer por na massa e a medida que assa, ele nao desce!

    Mesmo sabendo disso, dia desses fiz um bolo com m&ms, nao passei farinha, e aí já viu ne? afundaram e grudaram no fundo da forma, arruinando meu lanchinho! :( Pra nunca mais esquecer! ;)

    A dica, como dito, serve pra qq coisa! :)

    Bj bj!

    1. Fofura! Obrigada pela dica, pelo comentárioe pelo carinho de sempre, Diana. :)

  2. Deve ficar delicioso! Mal posso esperar a próxima oportunidade para experimentar esta receita!

    1. Conte-me tudo quando provra. :)

  3. Dalva Barros diz:

    Minha cunhada vai gostar, para fazer para a norinha dela que e vegana

  4. humberto diz:

    Uma sugestão: dobrar as quantidades da receita e a área do tabuleiro. Isto para uma porção individual. Palavra de quem já provou e degustou!

    1. Pai, já disseram que além de coruja você é muito bobo?! rs ;)

  5. humberto diz:

    Em tempo. Para meu gosto, dobrar também a quantidade de café!

  6. Fátima Martin diz:

    Maria, estava para passar uma receita parecida. Aprendi num desses sites de receitas que adoro. Meu marido tem alergia ao glúten, pode comer, mas depois passa horas com coceiras e funga-funga. Meu bolinho não leva coco desidratado, trigo ou água, só um pouquinho de leite comum. Gostei da dica da água. E se coloco a goiabada (passada no fubá), não coloco a erva doce. Enfarinho com o próprio fubá. Eu, que não gosto de doces (nem de café), como uma fatia. Uso forma de bolo inglês para ficar charmoso.

    Beijos.

    1. Boa dica essa de enfarinhar com o próprio fubá, Fátima! Obrigada. :)

  7. Descubri o teu site agora Maria e gostei bastante das receitas!

    De deixar agua na boca! Irei seguir atentamente os novos posts.

    Boa continuação.

    1. Fico feliz em saber que gostou daqui e aproveitei para conhecer o seu também. :)
      Beijo e bem-vinda!

  8. Que post bonito, Maria! Muito sensíveis as suas palavras sobre a sua irmã. E eu gostei do aspecto e da proposta desse bolo. Estou pensando em fazê-lo para a minha cunhada, que não pode ingerir leite. Ele fica fofinho? Um bjo e parabéns pelo blog, que eu adoro :)

    1. Ei, Carol. :) Fico feliz em ver que consegui transmitir no post um pouco do amor que sinto por ela. Minhas irmãs são muito especias; e eu suspeita pra falar, eu sei. ;)
      Não sei se fofinho é exatamente o termo já que o fubá é mais pesado e não dá pra esperar dele um aspecto como o de um bolo branco. Mas ele fica macio e esfarela ao mesmo tempo. Volta pra contar se fizer?
      Beijo!

  9. Maria, fiz o bolo e ele solou. Quando estava preparando achei a quantidade de líquidos elevada, mas segui a receita direitinho. Não sei o que pode ter dado errado….

    1. Vamos tentar descobrir o que houve, Rita. Sinto muito pelo seu bolo. :(
      Quando você terminou de misturar tudo a massa ficou muito líquida?
      Você usou aquele fubá fininho de supermercado ou aquele mais grosso que compramos na feira?
      Quanto tempo o bolo ficou no forno?
      Aguardo sua respostas para seguirmos adiante.
      Beijo.

      1. Usei aquele fubá fininho de supermercado e ele ficou em forno médio uns 40 min. Fiz o teste do palito e saiu limpo. Quando terminei de misturar estava mais líquido do que normalmente faço. Mais não era assim, tãoooo líquido. Olhei o prazo de validade do fermento e estava ok.
        beijo

        1. Oi, Rita! Desculpe a demora em responder mas o tempo andou escasso nessa última semana.
          Pelo visto usamos o mesmo tipo de fubá. A consistência da massa quando crua fica no meio termo mesmo. Não sei o que pode ter havido… chequei toda a lista de ingredientes, comparei com a receita original e está tudo certo. Esse não é daqueles bolos que crescem muito e ficam super fofos, mas também não fica tão denso a ponto de parecer solado. Mas, se te consola, nesse final de semana experimentei uma receita de bolo da Martha Stewart que ficou com uma consistência esponjosa, bem diferente da que ela apresentou. Sinto muito pelo seu bolo, Rita, e espero que você anime a testar outra vez. Conte comigo para o que precisar.
          Beijo.

  10. Usei aquele fubá fininho de supermercado e ele ficou em forno médio uns 40 min. Fiz o teste do palito e saiu limpo. Quando terminei de misturar estava mais líquido do que normalmente faço. Mais não era assim, tãoooo líquido. Olhei o prazo de validade do fermento e estava ok.
    beijo

  11. cristina diz:

    sou vegana e achei sua receita no google. ficou PER-FEI-TOOOOO. obrigada!

  12. Também sou vegana, e fiz sua receita e ficou demais! Já repeti a dose mais umas três vezes desde então,rs. Obrigada por compartilhá-la. beijos!

  13. Raquel Cordioli diz:

    Meu Deus, ficou bom demais.
    Último dia de férias, 16:13h.
    Obrigada a você e a sua linda irmã ♡
    Quel e Nando, veganos e feministas :)

    1. Adoramos saber que participamos desse sabor tão especial que é o do final de férias, Quel e Nando. Obrigada por virem nos contar!
      Beijo grande.

  14. Parabéns pela receita, é ótima.
    Gostei dessa receita aqui também http://casadasreceitas.com.br/receita/bolo-de-fub

  15. Excelente!!! A receita é maravilhosa, uma das melhores que já fiz. Obrigada por compartilhar conosco.

    1. Ah, que delícia ler isso, Glaucia. ;*

  16. Vinícius diz:

    Parabéns pela receita, a massa desse bolo é simplesmente uma das melhores que eu já comi na minha vida: leve, úmida, macia e saborosa. É também o melhor bolo de fubá que eu já comi.

  17. Bianca Caroline dos Santos diz:

    Fiz e amei! Obrigada por compartilhar a receita. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.