Batatas fritas assadas

3 de maio de 2011 39 Comentários por Maria

batata frita assada 02

Com o tempo alguns leitores vão se tornando amigos: as interações deixam de estar restritas a comentários no blog, conversa-se pelo Twitter, pelo Facebook, por e-mail e às vezes até ao vivo e em cores. Um bom exemplo é a Denise. Fomos apresentadas num desses rápidos encontros casuais; depois nos encontramos no Facebook; então ela soube do blog e passou a frequentar, comentar, incentivar e se tornou dessas leitoras assíduas e carinhosas que nos dá vontade de atravessar a telinha e dar um beijo estalado na bochecha. Ela não é a única (viu queridíssimas?!), mas acho que foi a primeira deste blog.

Semana passada ela postou uma vídeo receita no Facebook pedindo minha opinião sobre o que a apresentadora prometia. Como não se tratava de nada muito mirabolante – pelo contrário, logo experimentei na minha cozinha. A crocância do vídeo não apareceu aqui com a mesma intensidade, mas eu adorei o resultado e ontem as preparei pela segunda vez.

O modo de fazer é muito semelhante ao dessas batatas rústicas, mas a adição da farinha de trigo dá às batatas um aspecto e uma consistência que as tornam bem parecidas com a tão festejada batata frita.

Deixo aqui o meu muito obrigada à Denise por todo carinho e incentivo.

E para você, leitor, além de recomendar esta receita, quero que saiba que é muito bem-vindo por aqui. Sinta-se à vontade para puxar um banquinho e sentar e, sempre que quiser, comentar, perguntar, sugerir. A casa é sua!

Ingredientes (quantidades fornecidas pela receita da Annabel, eu fiz no olhômetro)
8 batatas
3 colheres de sopa de azeite ou óleo
1/4 de xícara de farinha de trigo
sal

batata frita assada 06

Modo de fazer
Descasque as batatas, ou não – já fiz das duas maneira e ambas ficam ótimas.
Corte-as palito, seque bem com um pano de prato limpo e transfira para uma assadeira.
Salpique a farinha de trigo e envolva-as bem.
Regue com o azeite e, com a mão ou chacoalhando a assadeira, distribua o azeite entre elas.
Leve ao forno a 220° C por cerca de uma hora. Na metade do tempo vire as batatas com o auxílio de uma espátula para que dourem por igual.
O sal pode ser colocado antes ou depois de irem ao forno.

38 Comentários

  1. Adriana
    6 anos atrás

    Adorei a receita, ótima para aqueles dias em que a gente está seca por uma batata frita, mas não quer afundar na fritura. E ficou bem bonita, já vejo um alecrim salpicado nessas batatas. Um beijo!

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Você viu o alecrim e eu senti o perfume dele por aqui, Adriana! Boa lembrança pra incrementar a próxima fornada.
      Beijo!

      Responder

  2. Gaia
    6 anos atrás

    ah, que receita deliciosa e fácil! em breve experimentarei!
    A Denise é minha amiga! através dos posts dela no facebook conheci seu blog! :) aliás, posts de várias amigas em comum… grasi drumond, elaine pinheiro…. virei fã também! :)

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Nossa, Gaia, então temos muitas amigas em comum! A Grasi é muito amiga da minha irmã Eliza (e super querida da família) e a Elaine é uma das minhas melhores amigas; a Denise já dispensa comentários. ;) Você mora em Vix?
      Sinta-se muito bem-vinda, sempre!

      Responder

      • Gaia
        6 anos atrás

        Sou de Vix, mas moro atualmente em Salvador!
        :)

        Responder

        • Maria
          6 anos atrás

          Ah, mais uma capixaba por esse Brasil afora! :)

          Responder

          • Gaia
            6 anos atrás

            Maria, fiz essa receita hj! uma delícia! acrescentei além da batata, cenoura e batata doce! todas cortadas em palito! ficaram deliciosas e crocantes!
            :)

          • Maria
            6 anos atrás

            Que ótimo saber que ela funciona bem não apenas com a batata inglesa! Obrigada por vir compartilhar, Gaia! :)
            Beijo e ótima semana!

  3. Carla Cristina
    6 anos atrás

    Que bom: fácil de fazer! :D

    Responder

  4. Denise
    6 anos atrás

    ai Méri, tô aqui feito criança boba que não consegue parar de dar aquele sorrisão de "ó eu no DigaMaria"!!! Aliás, quer receita mais "de criança", mas que é delícia, do que batata frita???
    BEIJO GRANDEEEEEE!!!! <3

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Ela merece, ela merece, ela merece! ;)
      <3

      Responder

  5. Ana
    6 anos atrás

    Nossa, eu nunca havia feito dessa maneira.
    Aprendi a fazer a batata, cortando-as e congelando-as.
    E depois eu unto uma assadeira com azeite de oliva (esse azeite eu coloco pq eu adoro!), coloco no forno, ligando o grill e viro na metade do tempo.
    Dá para fazer a mesma coisa com as batatas industrializadas, mas eu prefiro cortá-las em casa mesmo, pois a industrializada tem muita gordura.. eheheh
    Mas vou testar essa sua receita também!

    Beijos
    Ana

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Ana, até então eu fazia da mesma maneira do post só que sem a farinha; fica uma delícia também (tá no post batatas rústicas, caso queira olhar). Experimente assim e de repente deixará de lado o congelamento (aquelas industrializadas eu detesto).
      Beijo e obrigada pela visita!

      Responder

  6. Ana Alice
    6 anos atrás

    Olá,
    Nossa, desde que me falaram do seu blog eu entro aqui quase todos os dias…
    Apaixonei..e sempre testo suas receitas na minha cozinha…hehe

    Parabéns pelo sucesso do blog…
    Saiba que voce tem mais uma admiradora do blog aqui em Belo Horizonte.
    Beijos!
    Ana Alice

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Obrigada pelo carinho, Ana Alice! Muito chic saber que o blog tem uma admiradora em BH! Inclusive, a Denise do post, ama Beagá, como ela mesma chama. rsrsrs
      E já que você é uma testadora das receitas, por favor comente mais pra me contar como elas se saem por aí. ;)
      Beijos! E bem-vinda, sempre!

      Responder

  7. Cátia Milhome
    6 anos atrás

    Olá!
    Primeiro tenho que dizer que essa sua casa é um luxo de aconchegante, estou sempre aqui dando uma olhada, pra me ajudar na inspiração culinária. E essas batatas já fiz semelhante, sendo que o azeite eu ponho primeiro e a farinha vai com temperos tipo: pimenta, páprica doce ou não, sal, alho picados e inteiros, e assim por diante. E posso dizer que ficaram ótimas.

    Um Beijão

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Olá, Cátia! Que bom que esta casa lhe parece aconchegante; estou no caminho certo então. ;)
      Na próxima vez que fizer essas batatas (tenho certeza que será logo!) vou experimentar inverter a ordem pra conhecer a diferença.
      Beijão. E volte sempre!

      Responder

  8. Milene
    6 anos atrás

    Maria,

    Tantos dias sem passar por aqui e qdo volto várias receitas que me deixaram com água na boca…huuummmm… Preciso arrumar mais tempo para cozinhar e testar este monte de delícias..:-)))

    Beijo grande

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Estava mesmo sentindo a sua falta, Milene! Mas imagino que com tantas mudanças demore mesmo pra reestabelecer algumas partes da rotina.
      Agora trata de arranjar tempo pra experimentar as receitas! ;) Tô esperando seus comentários.
      Beijo! E bem-vinda de volta!

      Responder

  9. Josy
    6 anos atrás

    Maria adorei essas batatas, nunca fiz assim, ótimo por que ando evitando frituras, ótimo post, parabéns a vc e a Denise…bjos às duas

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Josy, no dia-a-dia não entra fritura aqui em casa. Achei um luxo ter uma alternativa saudável e tão deliciosa como essa; aposto que farei pelo menos uma vez na semana!
      Beijão pra você!

      Responder

  10. Patricia Scarpin
    6 anos atrás

    Eu vi a Annabel fazendo estas batatas sábado passado e morri de vontade! Ficaram lindas as tuas, Maria – me inspiraram ainda mais a experimentar a receita.
    Beijo!

    Responder

    • Maria
      6 anos atrás

      Então não perca tempo, Pat! Não é (ou melhor, não costumava ser) todo dia que podemos comer batatas fritas saudáveis!
      :*

      Responder

  11. celialice
    6 anos atrás

    Além das receitas eu adoro ler os comentários…

    Responder

  12. rose mesquita
    5 anos atrás

    olá amigas!Falar de receitas me deixa feliz.A partir de hoje
    vou fazer valer o tempo na cozinha. Ainda ñ experimentei as
    batatinhas, bjs a todos que compartilham c/ mto tempero.

    Responder

  13. rose mesquita
    5 anos atrás

    Querida, estou precisando de uma dica!Gostaria q enviassem p/ nós a receita da TORTA DE CAFÉ, a minha irmão provou e aprovou. Será que teremos chance?Bjs mil.

    Responder

  14. Helena
    5 anos atrás

    Oieee querida! Que interessante essa receita de batatas fritas no forno!
    Gostei tbm da dica da Gaia de colocar junto cenouras e batatas doce!
    Vcs são mesmo incríveis!!!Êta mulhererada criativa…com toda certeza seus homens foram todos pego pelo estomago hemmmm?Rsssssss…bjokasssss

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Ahahahaha Antes de experimentar a minha comida meu marido se esbaldou na comilança que minha mãe preparou pra recebê-lo; então acho que podemos sim considerar que foi pego pelo estômago! rsrsrs
      Helena, aqui em casa fazemos muito legumes assados. Ficam deliciosos e alguns extremamente adocicados, como a cenoura e a beterraba. Brócolis também fica ótimo, todo crocantinho; alho fica crocante se colocado descascado, ou cremoso e adocicado se levado ao forno com casca. Enfim, as possibilidades são muitas!
      Beijo e ótimo final de semana. Divirta-se na cozinha! :)

      Responder

  15. Mateus
    5 anos atrás

    Eu fiz agora ficou uma delicia ainda mais com aqueles temperinhos tipo sazon hmmm ainda nao matei minha vontade por completo rs…

    Responder

    • Maria
      5 anos atrás

      Tente uns temperinhos naturais na próxima, Mateus, como alho inteiro, ou alecrim, ou algum outro de sua preferência. Por aqui eles costumam fazer sucesso. ;)

      Responder

  16. Manoela Vianna
    4 anos atrás

    Eu já tinha feito essa receita, do mesmo vídeo, e adorei!!!! De fato ficam crocantes e dá para matar a saudade de batata frita. Bjos

    Responder

    • Maria
      4 anos atrás

      Essa receita foi um achado, Manoela.
      Obs.: Adorei sua descrição do fazer o risoto de camarão. rsrs
      Beijo!

      Responder

  17. Evellyn
    4 anos atrás

    A D O R E I *-* Há menos de um mês estou nessa VIDA SAUDÁVEL, e o meu vicio de antes era a "suculenta" batata do Mc Donalds (aaah como eu as adoro) me salvou um tanto com essa receita. OBRIGADINHA *—-*

    Responder

  18. Milla
    4 anos atrás

    Oi Maria!!!
    Para variar, fiz essa receita e ficou muuuuito bom!!!!
    Me surpreendi, as batatas ficaram uma delícia, bem crocantes! E ficaram iguais a sua foto!!!
    É importante consumir logo após de retirar do forno.
    ADOREI!!!!

    Responder

    • Maria
      4 anos atrás

      Boa lembrança, Milla, é bom consumir logo, assim como as fritas. Que bom que gostou; são uma bela alternativa para comer no dia-a-dia uma gostosura com cara de final de semana, né?! Obrigada por vir me contar. :)

      Responder

  19. Joelma mendes
    3 anos atrás

    sempre visito seu seu blog, mas nunca tinha postado nenhum comentário. Sou uma amante da cozinha e da boa comida. Quando me sobra tempo sempre entro no seu mundo e roubo algumas receitas rsrsrrs… vc é adoravel! vc já comeu moqueca de testículo de boi? minha especialidade, meu marido e amigos amam!
    bjs!!!!

    Responder

    • Maria
      3 anos atrás

      Nossa, Joelma, nunca comi testículo, quem dirá numa moqueca! E agora, como faço para dar conta da curiosidade que você gerou? ;)
      De onde você é? Não é simples comprar testículo de boi, é?
      Beijo! E obrigada pelo primeiro comentário; que venham muitos outros!

      Responder

One Trackback

  1. By DigaMaria | Chips de batata feitos no forno on 23 de junho de 2014 at 16:01

    […] batatas fritas assadas foram tão bem recebidas que me animei para postar na sequência essa outra versão que se tornou […]

Deixe seu comentário

Os Campos com * são obrigatórios. Mas não se preocupe, seu e-mail não será divulgado.