Cheesecake com calda de goiabada

cheesecake

Certa vez fui convidada para um almoço na casa de dois grandes amigos. O anfitrião, praticamente um chef autodidata, faria o prato principal e eu fiquei encarregada da sobremesa. Uma tarefa simples não fosse pelo fato de que dos quatro convidados, dois não eram fãs de doce. Pensei, pensei e apostei numa receita que nunca havia feito: cheesecake com calda de goiabada. Sabia que uma receita à base de queijo tinha grande chance de agradar, mas não imaginava que a aposta seria tão certeira: justo aqueles cujo paladar em nada se assemelhava ao de uma formiga, repetiram e elogiaram!

Anos se passaram, a receita se perdeu mas os pedidos para repetí-la continuaram. Então um dia desses me enchi de razão e fui para a cozinha destinada a reproduzir a cheesecake! E deu certo! Em apenas uma semana fiz três vezes essa cheesecake: uma para o chilli que postei recentemente, outra para um almoço coletivo no trabalho e ontem para um lanche em família. Sucesso nos três. E agora, posto aqui, para agradar o paladar de cada um de vocês. Assim espero!

Ingredientes para uma cheesecake com cerca de 23 cm de diâmetro
1 pacote de biscoito de maisena
90 gramas de manteiga em temperatura ambiente
150 gramas + 1 colher de sopa de açúcar
600 gramas de cream cheese
3 ovos
suco de 1 limão
umas gotinhas de essência de baunilha
300 gramas de goiabada
200 ml de vinho branco
uma pitada de sal

Modo de fazer
a base

Triture os biscoitos (não precisa usar o pacote inteiro, pode separar uns cinco e deixar de fora). Transfira para uma vasilha e misture com a manteiga e uma colher de sopa de açúcar (nesta parte dá para usar mascavo se preferir). Espalhe numa forma de fundo removível de aproximadamente 20 cm de diâmetro e com a ajuda de uma colher aperte a mistura contra o fundo até que esteja lisa e uniforme. Coloque na geladeira.

o recheio
Coloque na batedeira o cream chesse e os 150 gramas de açúcar (aqui tem que ser branco refinado) e bata em velocidade média até a mistura ficar homogenea e cremosa. Acrescente os ovos, um de cada vez, e bata até que cada um seja completamente incorporado; só então acrescente o seguinte. Não economize tempo. Depois coloque uma farta colher de sopa do suco do limão e por último as gotinhas de baunilha.

Acenda o forno e deixe pré-aquecer a 180 graus. Distribua o recheio na forma, bata levemente a forma sobre uma superfície para eliminar as bolinhas de ar e leve ao forno por aproximadamente 45 minutos ou até que o recheio esteja firme no centro. Desligue e deixe esfriar dentro do forno por aproximadamente uma hora (isso evita o aparecimento de rachaduras).

enquanto isso, a calda
Leve ao fogo a goiabada cortada em pedaços, junto com o vinho, a mesma medida de água, o restante do suco de limão e uma pitada de sal. Deixe ferver, mexendo de vez em quando para não grudar. Quando estiver com uma consistência líquida/cremosa, desligue e deixe esfriar.

Quando retirar a forma do forno, deixe terminar de esfriar em temperatura ambiente e só depois coloque na geladeira. O ideal é deixar a cheesecake pelo menos seis horas na geladeira antes de servir. Você pode espalhar a calda por cima quando for colocá-la na geladeira ou quando for servir. Tanto faz. A diferença é quando a calda é colocada ainda na forma as laterais ficarão branquinhas e quando colocada na hora de servir você pode espalhá-la para que caia pela lateral.

A cheesecake da foto eu fiz numa forma pequena especialmente para ilustrar o blog! Fica a sugestão de uma maneira charmosa de servir num jantar mais formal. A decoração foi feita com raspas de casca de limão (raspe com antecedência e deixe num pratinho descoberto para ir perdendo a umidade).

E é sobre isso que trataremos hoje em nosso artigo tem evoluído ano a ano .

Você também pode gostar...

17 comentários

  1. Anonymous diz:

    Méri, gostei tanto tanto do seu cheese cake da semana passada que ontem fiz a receita para receber com carinho amigas que chegam de viagem amanhã!A foto ficou linda!

  2. Maria Rê diz:

    Hum! Ótima ideia para agradar meu pai, que é desses loucos que não ligam pra doce, e faz aniversário no domingo! Adorei.bjs

  3. Mami e Maria Rê, me conta como ficou??Beijo!

  4. Mary, apesar de eu ser uma das não – formigas do almoço, não tem como não gostar deste cheescake tão perfeito que só vc sabe fazer.Já estou com saudade de vc!!!bjão

  5. Maria, que linda foto! Amo cheesecake e nunca fiz com goiabada…até pouco tempo não gostava do sabor da bendita…mas agora já estou repensando…Adorei a dica e vou testar qualquer dia desses!Beijocas!Já está de volta a Sampa?

  6. hmmm..água na boca de novo! eu quero! e quero tentar fazer em casa tbm… quem sabe, né.

  7. Nine, eu também já estou cheia de saudades! Estou inclusive pensando em ir pra ficar um pouco mais na próxima.Verena, já estou de volta! Mas daqui um mês vou pra Vitória de novo. Eu não sou fã da goiabada sozinha mas adoro quando entra um elemento salgado pra equilibrar!Quanto à foto, é difícil produzir uma boa de comida, né?! Sempre gasto um tempinho…Lola, testa mesmo que essa não tem erro! Beijos, meninas!

  8. Eu fui uma das felizardas que estava no almoço coletivo no trabalho….hummmm muito bom….delicioso. Estamos com saudades de você e também da sobremesa…rsrrrsss.

    1. Também estou com muita saudade, Adjane! Mas em breve estarei aí para outros almoços como aquele!

      Grande beijo!

  9. Maria, eu não sou muito fã de doce. Mas ontem resolvi fazer a tua receita de cheesecake (só que fiz com a cobertura tradicional de frutas vermelhas pois não consegui comprar a goiabada).
    E aí, olha só o que aconteceu: o recheio ficou tão bom que comi quase tudo sozinha, fato inédito na minha vida!!!!!
    Sendo assim, agradeço a existência do seu blog e o fato de você ser detalhista da maneira que eu aprecio e preciso para ser capaz de fazer alguma coisa na cozinha!

    Um grade beijo

  10. antonio diz:

    maria vou fazer com urgencia

    1. Depois me conta, Antonio! Já viu a receita de cheesecake de abóbora?! É imperdível também! https://digamaria.com.br/archives/4418

  11. […] A idéia da cheesecake foi provavelmente a primeira a me ocorrer, mas, como já publiquei uma cheesecake de goiabada e uma de abóbora com chocolate (que amo, amo, amo) saí em busca de uma nova […]

  12. Maria, Há muito que te acompanho e adoro. Tudo o que vc posta é maravilhoso, faço a maior propaganda do teu blog de tão feliz que eu fico com suas receitas. Fiz no natal essa sua MARAVILHOSA receita de cheesecake e foi um sucesso total, Obrigada querida por tanta generosidade (minha filha já me pediu que eu fizesse outra para amanhã. Tb preciso te agradecer pela excelente receita de sorvete de doce de leite (sensacional). Tentei fazer a de brigadeiro mas não acertei o ponto do brigadeiro (ficou duro, da proxima vez tenho que deixar menos tempo no forno e por fim pelos seu profiterolis (o que é aquilo meu Deus???) Simplesmente divinos. Obrigada mesma. Sou sua fã. E vc é muito linda também!!! Beijos

    1. Vilma, Vilma… que alegria receber seu comentário! Obrigada por tanto carinho. :)
      Ah, e na próxima, deixe o brigadeiro bem molhinho. Aquele sorvete é apaixonante!
      Grande beijo e uma semana linda pra você.

  13. Não precisa de papel manteiga na forma???Não vai queimar as bolachas quando for ao forno??

    1. Não costumo usar papel manteiga na cheesecake, Graziele, mas se quiser, pode colocar. ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.