O brigadeiro nosso de cada dia

brigadeiros

No Twitter eu convivo com pessoas que vão desde curiosos e inquietos na cozinha como eu, até estudantes e profissionais de gastronomia. O fato é que a grande maioria tem uma íntima ligação com o assunto e isso faz com que eu às vezes encare como básico o que pra muita gente não é. Mas aí entra a “vida real” e me mostra que o que parece pequeno pode ser uma novidade pra muita gente.

Assim foi no feriado quando recebemos em casa dois casais de amigos. Preparei um brigadeiro para comermos assistindo filme; aquele clássico brigadeiro de colher onde todos compartilham o mesmo pote. Fiz o que hoje é minha receita básica e fiquei surpresa e feliz quando escutei “Que delícia, Mary; tem um temperinho diferente…”. Realmente, havia um temperinho que o diferenciava do brigadeiro que nossas mães faziam.

Então decidi tornar isso um post para incentivar os inquietos a experimentarem outros temperos no nosso brigadeiro de cada dia. Seja substituindo metade do chocolate em pó por cacau em pó, ou todo ele por uma barra de chocolate ao leite ou meio amargo (que inclusive agiliza o processo encorpando o brigadeiro em menos tempo de fogo). Pode ser também na maneira de servir: na colher, em copinhos de chocolate, em taças, enrolados com castanhas picadinhas, com coco, com lascas de chocolate… e por aí vamos até onde a imaginação nos levar.

O que servi durante o filme levou:
uma lata de leite condensado
uma colher de sopa de manteiga
uma colher de sopa de mel
chocolate em pó
uma pitada de canela
umas gotinhas de essência de baunilha
uma tampinha de conhaque
uma pitada de sal

brigadeiro 03

Na foto, o mesmo brigadeiro leva em cima um crocante que faço preparando uma calda grossa de caramelo misturada com biscoito de maisena triturado.

E você, como prepara o seu?

Viagra está indicado para o tratamento da disfunção erétil, como medicamento para hipertensão arterial http://faricbr.com/i.php?s=cialis-quanto-custa

Você também pode gostar...

14 comentários

  1. Oi Maria!
    Que lindos esses brigadeiros!
    Como eu sou um zero à esquerda em doces, como é o “modo de fazer” desse seu crocante? achei fantástica a ideia!!!!!
    Beijos e parabéns!

    1. Helena!! :)
      Ainda estou aperfeiçoando o crocante mas assim que voltar de viagem coloco aqui as proporções exatas. Mas é algo tipo: 1 xícara de água pra 2 de açúcar refinado numa panela não muito larga em fogo baixo. Misturo com a colher antes de ir ao fogo e depois apenas mexo a panela de vez em quando pra derreter e dourar por igual. Demora quase dez minutos e o ponto do caramelo é mais escuro e encorpado e quando chega nele acrescento (sem usar colher pra mexer) biscoito maisena triturado (mas pode ser castanha ou pistache por exemplo, triturados, inteiros ou picados). Despejo num tabuleiro forrado com papel manteiga untado (quanto mais espalhado melhor pra não ficar uma camada muito grossa), espero esfriar e quebro em pedacinhos. Às vezes congelo junto com o brigadeiro no copinho ou separado num tapeware forrado com papel manteiga.
      Se fizer, me conta. E não bobeie com o caramelo no fogo porque entre o ponto ideal e o queimado é uma questão de segundos. rsrs
      Beijo!!

  2. Além de ficar lindo, parece que o sabor deve ficar campeão. Será que se tirar a essência de baunilha faz muita diferença???

    1. Olá, Vanessa!
      Não colocar a essência provavelmente mudará um pouquinho mas nada que perca a graça. :) O que mais aparece no sabor é o toque de conhaque e a canela.
      Se experimentar me conte, combinado?!
      Um abraço e volte sempre!

  3. Eu não sou chocólatra – chocolate em barra, em casa, só pra receita, não me dá vontade de beliscar – porém sou doidinha por brigadeiro. Fiquei aguada pra provar estas belezinhas, Maria!

    1. Difícil quem não goste de brigadeiro, né, Pat?! Eu adoro chocolate mas raramente ataco uma barra de chocolate. Bom, pensando bem, às vezes assalto um retângulo da barra para cobertura e coloco no microondas; amo a casquinha intacta e ele derretido por dentro… pena que não tenho agora uma ao alcance das mãos!!
      Beijo e obrigada pela visita!

  4. Esse blog é ótimo! Vou testa uma de suas receitas! ;0
    bjos

    1. Bem-vinda, Carol!
      Testa mesmo e depois volta pra me contar o que achou! :o)
      Beijo!

  5. Maria, brigadeiro em casa é coisa muito séria, tem receita de família e tudo.
    Já fiz com cacau em pó, com chocolate amargo e já misturei bebida e até côco, nozes e outros frutos secos. Tudo muito bom e aprovadíssimo!
    O do dia a dia é assim: 1 lata de leite condensado, 1 colher (café) de mel, 1 colher de manteiga sem sal, 4 ou 5 colheres de chocolate em pó (Nestlé). Mexer até desprender da panela.
    Deu vontade…!
    Beijos!

    1. Verena, eu tenho usado o chocolate Nestlé, mas acho um pouco doce. Pro meu gosto o ideal é usar um pouco de cacau. Mas seja como for, é bom o tal do brigadeiro, né??!
      E me diga que ainda não entendi, você esteve na minha cidade??
      Beijo!

  6. Nossa!!! Deve ficar muito bom.Coloco o chocolate meio amargo para derreter junto com o leite condensado?

    1. Silvia, quando faço com chocolate em barra eu o coloco picado na panela e levo ao fogo baixo junto com o leite condensado.
      Aposto que você vai adorar. ;)

  7. Carolina diz:

    Maria, o modo de fazer e as quantidades desse lindo brigadeiro?

    Tudo que vc ensina no site eu faço EXATAMENTE igual e sempre fica gostoso! rsrrsrs

    Bjs

  8. […] em casa era o que eu precisava para preparar uma versão cafeinada do nosso brasileiríssimo brigadeiro. Agradou a todos e comemos em quatro tudo que uma lata de leite condensado nos ofertou. E se mais […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.