Geléia de pêssego perfumada com lavanda

Geléia de pêssego e lavanda

Apesar do aspecto delicado e do perfume agradável, os pêssegos nunca despertaram meu interesse. Passo por eles na feira, noto sua presença, mas em momento algum cogito trazê-los pra casa. Sempre foi assim, pelo menos até esse dia. geléia

Levemente obcecada pelas geléias, como vocês já devem ter lido nesse post, andei folheando um livro que traz técnicas de conservação e várias receitas dessas que a gente lê, olha a foto e imediatamente julga promissoras. Uma delas levava pêssego e lavanda. A planta eu já tinha no jardim e venho usando para fazer chá há algum tempo; a fruta, comprei na feira poucos dias depois de achar esta receita.

Pode parecer um pouco estranho eu me interessar por um preparo cujo ingrediente principal não me empolga, mas o fato do meu paladar não pular de alegria por certos sabores ou texturas não faz com que eu não insista em apresentar variações para ele. Há tanta coisa que eu desgostava e que atualmente adoro… Felizmente, não foi diferente com os pêssegos: continuo não pegando um sequer na fruteira para transformar num lanchinho à tarde, mas comi e repeti a geléia por tantos dias quanto ela durou. E está nos meus planos ter sempre um potinho dela à mão.

Geléia de pêssego e lavanda

Receita adaptada do livro Canning & Preserving with Ashley English

Ingredientes para a geléia de pêssegoe  lavanda
650 gramas de pêssegos maduros
1/6 de xícara de água
1 colher de sopa de botões de lavanda frescos ou secos (eu usei folhas pois estava sem botões)
1 1/2 colher de sopa de suco de limão
1/2 colher de sopa de raspa da casca do limão
1 1/2 xícara de açúcar refinado
sementes do limão envoltas num saquinho de gaze

Modo de fazer
Começamos fazendo um branqueamento nos pêssegos que facilitará o descascar: lave os pêssegos com água. Coloque uma panela com água para ferver e enquanto aguarda prepare uma tigela larga com gelo e água fria.
Quando levantar fervura, insira os pêssegos com o auxílio de uma colher e deixe-os na água fervente por 30 segundos. Retire-os e transfira-os imediatamente para a tigela com gelo e água gelada. Repita até que todos os pêssegos tenham passado pelo processo.
Bastará esfregar as mãos para que a casca saia. Aproveitem esse momento porque é lindo vê-los sem casca rosados e inteiros. Retire também o caroço e pique a polpa.
Aqueça o 1/6 de xícara de água (ou um pouco mais se necessário) e coloque a lavanda em infusão por 15 minutos.
Numa panela de fundo grosso, junte a água da lavanda, os pêssegos, o suco e as raspas do limão. Levo ao fogo médio/alto até começar a ferver; abaixe a chama e mantenha no fogo por 15 minutos até que os pêssegos estejam macios. Com o auxílio de um garfo, amasse alguns pedaços dos pêssegos (mas mantenha outros inteiros).
Nesse ponto, acrescente o açúcar e a lavanda e agite a panela constantemente até que o açúcar se dissolva completamente. Junte as sementes do limão envoltas na gaze (elas fornecerão a pectina que é a responsável pela consistência da geléia) e mantenha a panela em fogo brando por mais 20-25 minutos.
Mexa de vez em quando e, com o auxílio de uma colher, retire e descarte a espuma que se formará na superfície.
Quando estiver no ponto, retire o saquinho de gaze, coloque a geléia ainda quente em vidros esterelizados, aguarde esfriar, tampe e conserve na geladeira.

Dica: para testar a consistência, coloque um pouquinho da geléia num pires e deixe-o por dois minutos no congelador (assim a geléia chegará rápido à temperatura ambiente e você saberá se está no ponto desejado).

Segundo dados do NHS, o sildenafil, o componente do , precisa aumentar o fluxo sanguíneo até o pênis.

Você também pode gostar...

21 comentários

  1. Maria, que geleia linda! E o toque da lavanda me deixou curiosa com o resultado :-) Você devia pensar com carinho e levar geleias e compotas para seu programa, pois é coisa que todo mundo gosta e geralmente tem muitas dúvidas sobre como fazer (perdoa se você já fez algo do tipo no programa e eu comi mosca!). Beijos!

    1. Adriana, não teve nenhuma receita assim não… :) É uma boa idéia pra segunda temporada.
      Obrigada pela sugestão e torço pra que experimente aí. ;*

  2. waldemar baris santo diz:

    OBS: NÃO ESTOU SABENDO QUE É A LAVANDA,PODERIA A GELEIA FICAR SEM ESSE PRODUTO CHAMADA LAVANDA? GRATO WALDEMAR.

    1. Waldemar, lavanda é uma planta (essa da foto) que usamos tanto as folhas quanto as flores para fazer chás ou receitas como essa. Pode ser encontrada em lojas de plantas ou desidratada em locais que vendem temperos. Mas se tiver dificuldade em achar, pode seguir a receita sem ela que certamente ficará gostosa. :)

  3. Está lindona. A dica da geléia é muito boa. Bjs

    1. Obrigada, Mauro! :)

  4. Estimada Maria, boa tarde!
    A primeira vez que acessei o seu blog, foi por batatas assadas (com aspecto de fritas) que gostei muito. Mas o que mais gostei foi a forma simples e saborosa com a qual você conduz o seu blog, e divertida. Eu também aprecio muito este universo gastronômico, pois abandonei a minha atividade principal como geólogo para me dedicar exclusivamente a gastronomia. E percebo com que alegria você faz o que faz.
    Saudações
    Guido Lunardini
    caso você tenha paciência e disposição visite o meu blog em http://www.chefguidolunardini.blogspot.com

    1. Guido, fico tão feliz quando alguém me diz que percebe a motivação por trás do blog… :)
      Parabéns pela coragem de trocar de profissão; assim como eu, aposto que você está muito mais feliz agora.
      Já assinei o feed do seu blog e em breve vou conhecê-lo com calma.
      Um abraço e obrigada pela visita.

  5. Lucia Helena diz:

    Oieeee Maria!!! Que coisa mais gostosa essa geléia !!! Vou providênciar tudo na primeira oportunidade pra fazer essa delicia, o pêssego ja tem um gosto incrível e ainda com esse aroma da lavanda deve ser demaissss hemmmm??? Essa geléia com um queijinho minas!!!Sou mineira 'UAI"
    bjus…

  6. Maria Angélic diz:

    Resolvi fazer a geléia para o meu pessoal agora no Natal.

    Usei umas flores de lavanda secas que eu trouxe de Paris(que chic….)e achei que ficou o máximo.

    Porém ,minha sobrinha achou que ficou um pouco amarga.

    Eu usei limão taiti.Será que foi isso que deixou o amargo?

    Estou com novos pessegos e dessa vez vou usar limão siciliano e espero que fique legal.

    O seu blog é bárbaro e fico na espectativa da chegada dos emails.

    De Maria para Maria…SUCESSO.

  7. Chiquérrima, Maria Angélica! ;)
    Eu usei limão taiti ou cravo… não lembro ao certo. Mas me diga uma coisa, as raspas da casca foram tiradas bem fininhas e superficiais ou alcançaram a parte branco do limão?
    Aguardo seu retorno para continuarmos a investigação. rsrs
    Beijo e muito obrigada pelo carinho!

    1. Maria Angélic diz:

      Acho que eu,digamos,aprofundei a mão,e deve ter saido um pouco da parte branca.Nesse final de semana farei com o limão siciliano e tomarei mais cuidado.

      Depois em te conto.Bjs

      1. Aguardo as novidades, Maria Angélica. Só me ocorreu esse motivo para o sabor amargo… tô na torcida! ;)
        Beijo.

  8. Oi Maria!

    Também estou numa fase obcecada por geleias!

    Vou fazer essa também!!!Beijos,

    Helena

  9. Moro em Londres e este fim de semana pasei na fazenda de minha filha e tinha muitissimas lavandas pero ja nao tinham flores so as sementinhas porem ainda frescas a maioria, poso usar ela na geleia?
    Devo retirar as sementes depois de feita a geleia ou elas ficam?
    Desde ja muito obrigada.

    1. Olá, Maruja.
      Respondi sua pergunta pela fanpage. Aguardo notícias da sua geleia. :)

  10. Maria Maria, que delícia de receita! Sou sua seguidora fiel há uns 4 anos e nunca a havia visto. Cheguei aqui em uma pesquisa por geleias sem açúcar, não sendo o caso desta, mas tenho um lindo vaso de lavandas em minha varanda e com certeza a farei posteriormente! Adoro o blog e estou meio órfã pelas postagens mais escassas, mas entendo que a vida muda e você deve estar vivendo outros horizontes atualmente. Foi uma grata surpresa chegar aqui hoje. Parabéns pelo blog e muita luz sempre.

    P.S.: consumo açúcar conscientemente, e não tenho problema nenhum com esta receita, mas é que ando mimando o pai diabético, aí já viu, rsrsrs.

    1. Olá, Camilla! De fato 2016 foi um ano em que me dediquei muito à “vida real” e o tempo para a virtual ficou escasso. Mas comecei este ano me organizando para retomar o blog; também senti falta dele. :)

      Acho que nunca fiz geleia sem açúcar, mas creio que você já deva ter encontrado pencas de receitas usando adoçante ou mesmo frutas que supram o doce. Mima mesmo o pai diabético, até porque, reduzir o consumo de açúcar não faz mal a ninguém. ;)

  11. Olá, gostei do post e principalmente da Geleia de Pessegos com Lavanda; só fiquei meio confuso no preparo, quando voce diz: “Numa panela de fundo grosso, junte a água da lavanda…” em seguida, mais adiante voce diz: “Nesse ponto, acrescente o açúcar e a lavanda …”; seriam 2 (duas) porçoes de lavanda distintas? Desculpe, mas ficou a pulguinha atrás da orelha…rsss.
    Parabens pelo blog e pelas receitas.
    Boa tarde
    Ludwig
    Santo Amaro da Imperatriz/sc

    1. Ola, Ludwig.

      A lavanda é colocada em infusão. Então primeiro vai para a panela a água que usou para a infusão e, num segundo momento, a lavanda em si. Ficou mais claro agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.