Vídeo-receita: hambúrguer com raiz forte e shitake

Vídeo-receita: hambúrguer com creme de raiz forte e shitake

Quem frequenta o DigaMaria já deve ter percebido o quanto eu gosto de hambúrguer. O tal lanche, que na minha concepção pode muito bem constituir uma refeição saudável e equilibrada, já apareceu nos seguintes posts: hambúrguer de frango, hambúrguer pra congelar, hambúrguer com os amigos. Justamente por tanto eu já ter falado é que decidi colocá-lo numa vídeo-receita e, pelo mesmo motivo, optei por acompanhamentos nada convencionais: creme de raiz forte e shitake na manteiga.

Vale ressaltar que tanto a cebola adocicada quanto o creme de raiz forte podem acompanhar, cada um à sua maneira, outras opções de carne. A receita da cebola e do pão, que não aparecem no vídeo, estão logo ali embaixo.

Espero que curtam e que façam bom proveito já neste final de semana.

Hambúrguer caseiro, molho de wasabi e shitake na manteiga
Receita para duas pessoa

Ingredientes para o hambúrguer
250 gramas de patinho ou contra-filé moído apenas uma vez
½ cebola média (ou 2 pequeninas)
2 colheres de sopa de molho inglês
pimenta do reino a gosto

Ingredientes para o creme de raiz forte
2 colheres de chá de mostarda escura
2 1/2 colheres de chá de pasta de wasabi
1 1/2 colher de sopa de vinagre
50 ml de creme de leite fresco gelado
60 ml de leite
75 gramas de migalhas de pão branco fresco

Ingredientes para o shitake
30 gramas de shitake seco cortado em tiras e hidratado em água quente (ou 4 shitakes grandes frescos)
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de molho de soja (shoyu)
cebolinha a gosto

Modo de fazer o hambúrguer
Com as pontas dos dedos, misture a carne com o molho inglês, a cebola picadinha e pimenta do reino.
Forme bolas como grandes almôndegas e achate com a palma da mão.
Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira ou ao refrigerador por no mínimo 30 minutos antes de preparar.

Modo de fazer o creme de raiz forte
Coloque o pão numa tigela, despeje o leite por cima e deixe de molho por 20 minutos.
Misture a pasta de raiz forte com o vinagre e a mostarda.
Esprema o pão e coloque-o na tigela misturando os outros ingredientes.
Bata o creme de leite até formar picos leves e, sem usar a batedeira, incorpore à mistura. Tempere a gosto com sal e pimenta do reino.

Modo de fazer o shitake
Coloque o shitake numa vasilha.
Aqueça água e despeje sobre os cogumelos. Cubra e deixe descansar por 30 minutos.
Escorra a água e fatie os shitakes.
Aqueça uma frigideira, coloque metade da manteiga e refogue os shitakes. Abaixe o fogo, junte o molho de soja e mexa de vez em quando. Alguns minutinhos depois, desligue o fogo, junte o restante da manteiga, a cebolinha e deixe tampado até a hora de servir.

Vídeo-receita: hambúrguer com creme de raiz forte e shitake

Cebolas adocicadas
170 g de cebola cortada fina em meia lua
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
2 colheres de sopa de manteiga
1 1/2 colher de sopa de açúcar demerara

Modo de fazer as cebolas
Aqueça uma frigideira, coloque metade da manteiga e refogue a cebola. Quando ela amolecer (a idéia aqui não é dourá-la), abaixe o fogo, junte o açúcar e o vinagre balsâmico e tampe a frigideira.
O tempo de fogo é entre 5 e 10 minutos mas na primeira vez que fizer em casa fique de olho já que cada fogão tem uma regulagem e a espessura da frigideira também influenciará. O liquido não deverá secar por completo e o ponto ideal é quando a cebola está bem molhinha e adocicada.
Desligue o fogo, junte o restante da manteiga e sirva.

O pão é igual esse daqui, só que sem o recheio e só com farinha branca. Meia receita rende quatro pães de hambúrguer.

Para te ajudar nesta função, já foram 65 milhões de prescrições do .

Você também pode gostar...

21 comentários

  1. Estimada Maria, boa tarde! Gostaria de agredeçer a sua visita ao meu blog http://www.chefguidolunardini.blogspot.com
    Sempre estarei aparecendo por aqui buscando informação útil dentro da sua cozinha, técnicas (pois isto é o fundamento da minha cozinha) ou qualquer tema relacionado ao universo gastrômico. Estou ao seu dispor para dicusssões relacionadas.
    Saudações
    Guido Lunardini

    1. Será um prazer trocarmos idéias e experiências, Guido. :)

  2. Tania Ferreira diz:

    Maria,
    Boa noite!

    Estou adorando o contato com você. Sou apaixonada por cozinha e adoro receber receitas novas!!
    Foi muito bom te encontrar!
    Sou mãe da Chris, sócia da Lud.
    Espero estarmos mais próximas,
    Beijos
    Tania

    1. Tania, que alegria receber você aqui. :) Estaremos sim mais próximas e não hesite em comentar, perguntar, sugerir…
      Grande beijo pra você e outro pra Christieane. E uma ótima semana pela frente.

  3. Hahaha, adorei a sua carinha testando a frigideira!

    Delícia, Má! Gostei muito da ideia desse creme … se é picante, eu adoro!

    Beijos.

    1. Por aqui também somos fãs dos picantes, Mila. O Antonio não almoça sem uma pimenta do lado.
      Outro dia comi uma buschetta com raiz forte que tenho que preparar pro blog; bem lembrado. ;)
      Beijo!!

  4. Bem, quem mandou eu ver isso aqui extamente quando o relogio marcava meio-dia…

    Maria, vou fazer esse essa semana, sem falta!!! Estou há tempos querendo comer um hamburguer digno, mas também não consigo comer sanduba fast-food. A combinação parece deliciosa! O bom é que, mesmo errando, esse negócio deve ficar bom, né? rsrs
    bjs para vc e para o Antônio.

    PS: Antônio, trate de surfar, meu filho, senão vc vai virar uma baleia, comendo bem assim todo dia! hahaha

    1. Pode apostar que sim, Tom! E não tem erro, só respeite o tempo de geladeira/congelador do hambúrguer moldado e prefira uma frigideira anti-aderente. Quando fizer a versão tradicional, não esqueça de preparar uma maionese caseira como aquela do episódio da salada de batata com lentilha.
      E fique tranquilo, Antonio tem surfado quase todo dia. rsrs
      Beijão e saudade.

  5. Hummm, pra variar, o programa me deixa salivando a ponto de engasgar. Parabéns pelo 10.º programa! Nem parece que já são tantos! Mal posso esperar pelos próximos.

    1. Voou, né, Marcelo?! Mas essa temporada é composta de 12 episódios, ou seja, só teremos mais 2… :( Mas vamos torcer, e trabalhar, por uma segunda! ;)

  6. Guilherme diz:

    Grannnnnnnnnnnnnnnnde Maria ….
    Boa Noite!
    Adorei outra vez.. rssssssssssssssss.
    Eu sempre faço meus próprios Hamburguers, como vc mesma disse, pelo simples fato de saber qual carne estou comendo.
    Sua versão é muito boa e melhora muito a questão da " saudabilidade " do Hamburguer, considerado o Sandwich mais calórico por culpa de seus acompanhamentos. O meu,por exemplo, leva fatias de bacon e um ôvo na mistura.
    Vc sabe a história do sandwich?
    Conforme o historiador Edward Gibbon, seu nome teria se originado em 1762 a partir de John Montagu, quarto conde de Sandwich, aristocrata inglês do século XVIII, que tinha o hábito de comer pedaços de carne entre duas fatias de pão durante as suas intermináveis partidas de uíste.
    Então, vou fazer esta versão nova com shitake e ver no que vai dar.
    PS: Aíii Antôniôo, gostei da " Gelada " aí e só pode ser obra sua. Boa contribuição..
    Abraços e obrigado novamente pelo excelente video.

    1. Sinto lhe decepcionar, Guilherme, mas a "gelada" foi contribuição minha. rsrsrs O Antonio é muito mais do vinho tinto, quem gosta mesmo de cerveja nesta casa sou eu.
      Adorei a história do Sandwich; obrigada por compartilhá-la aqui. :)
      Beijo e me conta quando preparar essa versão mais saudável. (mas convenhamos que umas fatias de bacon de vez em quando não fazem mal ao colesterol de ninguém, né?!)

  7. Como sempre amei o video. Casa fofo. E reitero: o silencio de Antonio é puro charme!
    Estava esperando sobrar um tempinho para ver o video, porque gosto muito e gosto de fazer as coisas que mais me apetecem com calma. Seus videos são viciantes.
    Bjs
    P.s.: Pirei no molho.

    1. Dricka, você é uma fofura. :)
      Esse molho é inusitado, né?! Pra mim também foi uma surpresa; muito boa, diga-se de passagem.
      Beijo!

  8. Olha que legal! Eu to trampando com hamburguer, uma sanduicheria bacana em Vila Velha.

    1. Você voltou pro ES, Fred? Manda aío endereço da sanduicheria! É sempre bom ter uma referência de sanduíche em terras capixabas. ;)

  9. Rodrigo diz:

    Oi Maria, eu também adoro hambúrguer, sem contar que shitake e wasabi é tudo de bom !!! Fiquei com água na boca !

    Quando tiver um tempinho de uma olhada no Umami Burguer que fiz.

    Abraço,

    Rodrigo

  10. Flávio diz:

    Maria, patinho uma carne tão sem graça. Pra quem gosta de um pouco mais de sabor posso sugerir ponta de peito, mas é bem mais gorda.

    1. Sugestão anotada, Flávio; obrigada! Eu não me importo nem um pouco com o fato de ser mais gordinha. ;)

  11. Jaqueline diz:

    Maria sempre assisto seus programas e adoro suas receitas, já fiz varias. Neste episodio fiquei com uma pergunta: na etapa das cebolas posso usar açúcar normal, esse demerara é meio difícil de achar… Bjs Jaqueline

    1. Pode sim, Jaqueline, apenas use uma quantidade um pouco menor.
      Adorei saber que já fez vária receitas. Sempre que der, compartilhe com a gente o que achou. :)
      Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.