Crème brûlée de chocolate

Nas palavras do Antonio “poucas coisas no Mundo superam um crème brûlée“. Eu conheci o Antonio para só depois conhecer o creme, e toda paixão que o primeiro despertou em mim, faltou ao segundo. Gosto do contraste da casquinha crocante com creme macio, do sabor caramelo com creme delicado. Mas uma vez num restaurante, jamais penso em pedir um crème brûlée de sobremesa, pois, sempre, sempre haverá uma opção mais interessante.

Então, o que fazer quando a sobremesa predileta do marido lhe parece um creminho meio sem graça? Eu resolvi adaptar para torná-lo mais apetitoso para mim nessa versão chocolate. Antonio raspou o pote, mas continuou preferindo a versão original. Já eu, não troco a de chocolate pela outra. Não mesmo.

E vocês, gostam de crème brûlée e de creminhos em geral?

Reproduzi ao pé da letra a receita do livro Petit Larousse do Chocolate.

Ingredientes (para duas porções de crème brûlée)
2 gemas
25 gramas de açúcar
60 ml de leite
60 ml de creme de leite fresco
50 gramas de chocolate meio amargo picado
1 colher de sopa de açúcar refinado para finalizar

Modo de fazer
Preaqueça o forno a 95°C.

Em uma tigela, misture as gemas com 20 gramas de açúcar. A mistura deve ficar cremosa e clara.

Em uma panela, ferva o leite, o creme de leite e o restante do açúcar. Junte o chocolate picado e misture. Assim que a mistura estiver homogênea, despeje-a lentamente na tigela com gema e açúcar, misturando sem parar até incorporar totalmente. Coloque essa preparação em até três quartos da capacidade de dois ramequins ou outro pequeno pote refratário.

Leve ao forno por uma hora, ou até que o creme esteja firme no centro. Retire do forno e deixe esfriar. Depois coloque na geladeira coberto com filme plástico por uma hora.

Na hora de servir, retire da geladeira e, se a superfície estiver úmida, seque delicadamente com uma folha de papel toalha. Salpique meia colher de sopa de açúcar por porção (usei uma peneira para deixar mais uniforme) e finalize com um maçarico ou no forno, com o grill ligado e bem quente.

Esse mesmo composto, o serviço de saúde do Reino Unido, ao menos dois terços dos homens que usam o medicamento dizem que ele funciona e provoca ereção .

Você também pode gostar...

9 comentários

  1. Maria,

    Vocês gostam de abóbora? Experimente o crème brûlée de abóbora que eu publiquei, é muito bom.

    Mas eu gosto de várias versões, mesmo a básica.

    Bjs.

    1. Gina, você tem várias receitas de crème brûlée!! E eu amei a de abóbora. Vou experimentar na primeira oportunidade!
      Muito obrigada por me dar a dica (e aproveitei para participar do sorteio do livro – que já tenho e adoro e por isso mesmo seria ótimo ter outro para presentear;).
      Beijo!

  2. Simone diz:

    Gina qual o endereço da receita?

  3. Cibele diz:

    Todos programas culinários que assisto tem o famoso creme brûlée, confesso que não tive muita vontade de fazer…mas agora com o chocolate na receita…hmmm…vou fazer e volto aqui para contar…Bjksss

    1. Aê! Consegui o que os programas não conseguiram. rsrs Aguardo notícias.
      Beijo!

  4. […] disse, gosto do simbólico. Então faremos um jantar a quatro mãos e, assim como o mil folhas, o crème brûlée e as bombinhas de doce de leite, a sobremesa foi escolhida pelo Antonio: torta bombom de morango. E […]

  5. […] primeira vez. Sem pensar muito, tenho essa lembrança com os profiteroles, com o doce de figo e o crème brûlée. Mas outras, parecem que já nascemos comendo. É ou não é assim com o pudim de leite condensado? […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.