Sementes de abóbora crocantes

Este post começa com uma pergunta: vocês compram abóbora inteira e com casca ou já descascada e picada? Sementes de abóbora

Se responderam inteira (ou pela metade), vamos então à segunda pergunta: o que vocês fazem com as sementes?

Eu costumava jogar fora, sem sequer pensar no assunto. Acho que foi quando conheci – e me apaixonei – pelo waffle de abóbora que finalmente enxerguei as sementes de abóbora (a paixão faz dessas coisas). As sementes de abóbora carameladas contribuíam com a textura além de dar um ar saudável aos gordinhos waffles e seus acompanhamentos.

Depois disso outras tantas abóboras passaram por esta cozinha e tantas outras sementes foram parar no lixo. Mas quando cortei essa da foto e vi tanta fartura, pensei no desperdício que nos cerca e decidi que daquela abóbora eu aproveitaria tudo: casca, polpa e semente.

Tirei as sementes em meio aos fiapos, apertei entre os dedos para separá-los, lavei e escorri as sementes numa peneira. Coloquei-as numa assadeira antiaderente, salpiquei um pouco de sal e levei ao forno preaquecido a 200°C. Em menos de 15 minutos as sementes estavam crocantes e eu as comi aos punhados como quem devora pipoca. Depois de frias, bastou conservá-las num recipiente fechado.

E se minha descrição não foi suficiente para lhe convencer a experimentar, aqui vai uma forcinha num artigo que fala das muitas, e excelentes, propriedades da semente de abóbora. ;)

A casca virá num próximo post, em breve.

E é sobre isso que trataremos hoje em nosso artigo tem evoluído ano a ano .

Você também pode gostar...

15 comentários

  1. Maria, acho ótimo o reaproveitamento de tudo que se possa imaginar. Doce da casca da melancia é ótimo e fica muito bom também com a casa da abóbora. Nunca fiz as sementes salgadas, mas vou experimentar, já agendei uma sopinha de abóbora e agora já sei o que fazer com as sementinhas dela…rs!

    Vou esperar sua receita com as cascas, ok?!

    Bjuss!!!

    1. Nunca pensei em usar casca de melancia, Rachel… Como você faz?
      Beijo! E amanhã teremos abóbora com casca por aqui.

      1. Maria, lá no blog tem duas receitas:

        http://www.nabiroskinha.com/2011/06/compota-de-me

        http://www.nabiroskinha.com/2010/01/doce-da-casca

        Tenho certeza que você vai adorar, além de ser um ótimo reaproveitamento o doce é muito bom e agrada a todos.

        Bjuss!!!

        1. Olharei com calma muito em breve, Rachel! Muito obrigada por me trazer os links de bandeja. ;)
          Beijo!

  2. E eu que jogo – JOGAVA – fora todas as sementes da abóbora!! Adorei o post :-)

  3. Margarida diz:

    Adorei ver essas sementinhas tão simples em tão simpáticas fotos. Também costumava jogar as sementes fora, mas já há algum tempo faço essa versão crocante. Francisco também adora. Sempre guardo em vidro fechado,mas parece que elas são mesmo como pipoca… murcham…. Você consegue mantê-las guardadas e crocantes?

    1. Margarida, elas mantiveram a crocância por alguns dias e depois murcharam. Planejava colocá-las novamente no forno numa temperatura baixa (acredito que assim voltarão a ficar crocantes) mas li que serviam de vermífugo para gatos e resolvi dar para o meu as últimas que restaram. Ele adorou. rsrs

  4. Janaina diz:

    Minha mãe tem esse hábito de torrá-las há anos. Acho mais saborosa as que provêm de abóboras orgânicas. As vendidas em feiras tradicionais e supermecados são "secas" (esclarecendo: o interior tem menos conteúdo), e um pouco sem graça também. Outra coisa, nas daqui não colocamos sal e adoramos o sabor assim.

    Ah, Maria, adoro seu blog e o jeito como apresenta suas receitas, sejam escritas ou no vídeo.

    1. Ah, que fofa você, Janaina… :)
      Eu não sei fazer esse comparativo: sempre compro na mesma feira com produtores que não usam agrotóxicos. Já comi sem sal, mas prefiro com uma pitadinha. Mas aí é questão de gosto, né?!
      Beijo!

  5. […] eu disse que decidi aproveitar tudo na abóbora, falava das sementes e também da […]

  6. Dalva Barros diz:

    Maria, adorei a dica e vou fazer como vc explicou.Já tentei uma vez e ficaram horríveis, pois a casca ficou indigesta. Acho que não deixei chegar no ponto, rsrsrsrs. Ah! Obrigada pelo maravilhoso blog que conheci por causa da dica da Tays. Bjim.

    1. Tô torcendo pras sementes ficarem no ponto pro seu gosto, Dalva. Aguardo notícias e um obrigada para a Tays por tê-la trazido até aqui. :)

  7. Susana diz:

    Você precisou untar a forma antes de ir ao forno?

    1. Sem óleo ou azeite, Suzana. Mas elas devem estar sem fiapos de abóbora.
      Se fizer volte para me contar, ok?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.