Torta capixaba com bacalhau, frutos do mar e palmito

Receita Torta capixaba com bacalhau camarão frutos do mar e palmito

A torta capixaba, como o próprio nome sinaliza, é um prato típico do Espírito Santo. Neste imenso Brasil, ainda que os ingredientes se repitam em muitos estados, nossas diferentes regiões têm muito o que contribuir umas com as outras. Essa torta é uma forte tradição na semana santa dos capixabas e a rica combinação de frutos do mar com palmito é tão antiga que os registros de Pero Vaz de Caminha já traziam relatos sobre esse hábito indígena.

Receita Torta capixaba com bacalhau camarão frutos do mar e palmito

Vale abrirmos um parênteses para o palmito, parte interna extraída de algumas palmeiras comestíveis. Escolhemos para esta receita o pupunha, pois grande parte de sua produção no Estado de São Paulo é originária de áreas de culturas permanentes. Aqui em Ubatuba, de onde escrevo, encontramos condições climáticas favoráveis para seu cultivo e, apesar de sua distribuição ainda não ser ampla, basta dar um pulinho na feira da cidade para conseguir uma amostra fresquinha.

Receita Torta capixaba com bacalhau camarão frutos do mar e palmito

Mas voltemos à torta capixaba. Em receitas tradicionais, cada fruto do mar é cozido separadamente em uma moquequinha, para, só depois, serem misturados uns aos outros. Aqui, apostamos em um modo de fazer mais prático, preparando um único refogado – com camarões, mariscos, siri, bacalhau e palmito pupunha.  – que, depois de frio, é combinado a ovos batidos e vai ao forno em panela de barro. Desse processo simples, obtemos uma corada e versátil torta, saborosa fria, como entrada, ou quente, acompanhada de arroz em um prato principal.

Receita Torta capixaba com bacalhau camarão frutos do mar e palmito

A este prato cabem ainda variações diversas, como usar apenas peixe – caso haja alguma restrição a frutos do mar –, e o uso do peixe fresco no lugar do bacalhau. Se vocês tiverem um convidado com tais restrições, minha sugestão é preparar uma torta menor especialmente para ele, em uma panelinha charmosa como a da foto acima.

 Michele Gilaberte e Maria Capai
Michele Gilaberte e Maria Capai

O texto e a receita deste post preparei junto com a Michele Gilaberte – chef nutricionista, proprietária do restaurante Cannelle Gastrobar – para a coluna que assinamos na Litoral em Revista. Espero que gostem desse símbolo da sexta-feira santa capixaba e que o experimentem já na próxima Páscoa!

Torta capixaba com bacalhau, camarão, frutos do mar e palmito

Rendimento
serve 4 a 6 pessoas

Ingredientes
150 g de bacalhau salgado (e depois dessalgado e desfiado)
150 g de camarão pequeno, sem casca, rabo e cabeça
150 g de carne de siri
150 g de mexilhões cozidos
300 g de palmito pupunha fresco e picado em cubos pequenos
200 g de cebola picada pequena
200 g de tomate picado pequeno
50 g de colorau (colorifero)
100 g de azeitonas sem caroço
3 dentes de alho picadinhos
8 ovos
suco de 1 ½ limões
coentro a gosto
azeite de oliva
sal a gosto

Modo de fazer a torta capixaba
Separe os ingredientes que servirão para decoração da torta – algumas azeitonas e rodelas de cebola – e coloque dois ovos para cozinhar em água fervente por cerda de 5 minutos. Reserve.

Preaqueça o forno a 180º C.

Em uma panela ou frigideira grande, aqueça o azeite e refogue a cebola, o alho e o colorau. Quando a cebola murchar, junte o palmito e o tomate e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos.

Acrescente os frutos do mar, as azeitonas e o bacalhau dessalgado e desfiado. Cozinhe por mais 3-4 minutos. Desligue o fogo, misture o coentro e o suco do limão, experimente e acerte o sal. Remova qualquer excesso de líquido/caldo e deixe esfriar enquanto prepara a etapa dos ovos.

Bata em neve as claras de 6 ovos. Reserve. Em outra vasilha, bata 6 gemas até se tornarem cremosas. Com delicadeza, junte-as às claras em neve.

Misture dois terços dos ovos batidos ao refogado já frio e transfira para uma panela de barro ou forma refratária untada com azeite. Cubra com o restante da mistura de ovos, decore com as azeitonas, rodelas de cebola e ovos cozidos cortados em fatias e leve ao forno preaquecido. Quando a superfície estiver bem dourada, retire do forno e sirva.

A pílula azul que revolucionou a vida sexual de homens e abriu a discussão para temas tabus como a impotência sexual entre homens e mulheres.

Você também pode gostar...

9 comentários

  1. mgiacomossi diz:

    Nossa, parece ótimo!

    1. Sou suspeita para falar, mas essa torta é mesmo ótima! ;)

  2. Silvana diz:

    Adorei a praticidade da sua receita. Só faltou no modo de fazer falar em que momento entra o limão e o tomate…

    Obrigada

    1. Ops… Obrigada pela atenção, Silvana. :)
      O tomate entra junto com o palmito e o limão é colocado no mesmo momento do coentro. Já atualizei o post.
      Beijo!

  3. luoliveiraa diz:

    que deliciaaaaaaa!!!
    bateu uma saudade da comidinha da mamãe,que não é uma chiqueza só,mas feita pra comemorar a páscoa com uma comida diferente que o arroz com feijão do dia a dia,na falta de ingredientes assim mais finos,ela misturava macarrão,verduras,sardinha e a parte que mais gostava era essa "massa" feita com ovos em neve e levava pra assar no fogareiro de carvão!!
    beijos e um domingo de muito amor Maria!!!!

  4. Larissa diz:

    Conheci seu blog há pouco tempo, e procurando por receitas novas vejo a torta da minha terra aqui :) Aqui é muito comum se fazer essa torta só com o bacalhau e o palmito, ao invés de colocar os frutos do mar também, por causa da praticidade. Fica uma delícia!!
    Beijo

  5. nazare diz:

    Fiz a torta capixaba, deliciosa, todos elogiaram

    1. Torta capixaba é um sucesso! Que bom que você experimentou essa receita. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.