Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

Unir nossas referências familiares com as escolhas que fazemos ao longo da vida pode ser um constante exercício. Escrevo isso enquanto minha mente passeia por lembranças construídas com meus avós maternos – amados Alencar e Regina – que há tempos se foram mas, que ainda assim, permanecem aqui. É fato que morte deixa uma certa saudade triste, mas, por outro lado, eles foram tão importantes na minha vida e formação que parte deles está dentro de mim, todos os dias, em uma significativa parcela das minhas ações. Acho que assim imortalizamos as pessoas: mantendo o melhor delas em nós e, a partir de nós, doando-as para o mundo. camarão flambado

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

Acredito ter sido assistindo à minha vó Regina conduzindo sua cozinha que absorvi naturalmente a possibilidade de conjugar tradições, de unir diferentes sabores e de compor uma mesa harmônica para o paladar e eclética em suas referências. Minha avó materna estudou em colégio de freiras francesas e cresceu preservando os hinos cantados em outra língua, a culinária abundante em manteiga e creme de leite e um certo formalismo à mesa. Porém, isso tudo aconteceu nas Minas Gerais, em uma família que comprava sacos de arroz e feijão e leitões inteiros para alimentar as muitas bocas que compunham as refeições de final de semana. Não bastasse essa conjugação, ela ainda morou bons anos em Nova Iorque, acompanhando meu avô que foi transferido para um escritório lá localizado. Na volta, trouxe consigo eletrodomésticos que ainda não existiam aqui e outros tantos hábitos novos incorporados. A partir desse ponto, eu passei a existir. Foi com essa complexa Regina que convivi e é ela que, mental e verbalmente, com frequência revisito e reverencio.

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

De sua cozinha, raramente vi sair macarrão ou camarão. Mas aqui estou eu, com a diversidade assimilada, unindo a tradição do macarrão – vinda da minha vó Lucy –, com os camarões frescos pescados no litoral onde moro, e com a brasileiríssima cachaça. Escolhi o Bavette, da Barilla, um formato que tem sua origem em Genova. Ele remete a um espaguete plano e é ideal para reter bem os sabores dos molhos. Para compor com os camarões, uma combinação bem conhecida: azeite, alho e salsinha. No lugar do vinho branco, usei cachaça para preparar o camarão flambado. E para conferir uma densidade e complexidade maior, acrescentei o molho de tomate com ervas finas da Barilla, um produto desenvolvido para o mercado brasileiro, produzido no Brasil e comercializado em sachê. Eu o acho saboroso, encorpado e com baixa acidez. E o toque final, para a massa ficar ainda mais brasileira… chuchu grelhado! O resultado excedeu minhas expectativas e me fez comer um prato maior que o habitual. E fiquei tão empolgada com essas fusões que até preparei uma caipirinha com cachaça e limão siciliano que, ao contrário do que o nome sugere, não é nativo da Sicilia nem do continente europeu, mas sim da Ásia. Mas esse é um outro assunto e uma outra receita para o próximo post.

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

Massa com camarão flambado na cachaça

Rendimento
serve duas pessoas

Ingredientes
160 gramas de massa Bavette Barilla
8 camarões médios limpos, sem casca e sem cabeça
4 camarões grandes com casca e sem cabeça
2 dentes de alho fatiados finos
2 colheres de sopa de salsinha picada
2 colheres de sopa de suco de limão siciliano
2 colheres de sopa de raspas de casca de limão siciliano
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa rasa de mel
2 doses (60 ml) de cachaça
4 colheres de sopa do molho em sachê Barilla de tomate com ervas finas
aproximadamente 6 colheres de sopa da água do cozimento da massa
sal e pimenta do reino a gosto
Opcional
2 fatias de chuchu com cerca de 1 cm de espessura, cortadas em retângulos de aproximadamente 1 cm de largura por 3 cm de altura

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

Modo de fazer
Comece misturando os camarões com os dentes de alho fatiados, o suco de limão siciliano, metade das raspas da casca do limão, 2 colheres de sopa de azeite e metade da salsinha. Acrescente pimenta do reino moída na hora e deixe descansar.

Aqueça 2 litros de água para cozinhar a massa. Quando ferver, misture sal, acrescente o Bavette Barilla e cozinhe por 8 minutos. Nesse tempo, a massa ficará al dente. Escorra, reservando um copo da água do cozimento.

Leve uma chapa ou frigideira antiaderente ao fogo alto. Coloque um fio de azeite e frite os retângulos de chuchu até dourarem de um lado. Vire e aguarde dourar do outro. Retire do fogo, coloque sobre um papel toalha e salpique sal.

A próxima e última etapa, deverá ser cumprida com agilidade para não ultrapassar o tempo de cozimento ideal dos camarões.

Aqueça uma frigideira em fogo médio e coloque uma colher de sopa de azeite. Quando estiver bem quente, junte os camarões, começando pelos grandes com casca, e toda a marinada. Assim que ficarem rosados, vire os camarões e salpique um pouco de sal. Com muito cuidado, acrescente a cachaça. Incline a frigideira para perto da chama do fogão e ateie fogo. A labareda será alta, portanto, mais uma vez, cuidado. Quando o fogo na frigideira apagar, misture o molho de tomate com ervas finas Barilla e algumas colheradas da água do cozimento da massa, o suficiente para termos um molho mais líquido. Junte o mel, acerte o sal e a pimenta do reino, e acrescente a massa, envolvendo-a bem com o molho.

Desligue o fogo, misture o chuchu, o restante da salsinha e das raspas da casca do limão siciliano, regue com um fio de azeite e sirva em seguida. camarão flambado

 

 

receita Massa com camarão flambado na cachaça e molho de ervas finas Barilla

selo post patrocinado

Graças a esse monstro chamado de impotência sexual ou de disfunção erétil .

Você também pode gostar...

5 comentários

  1. Excelente sugestão, adoro!
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog: http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/1-anivehttp://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/crumble

    1. Adelair f. d. Santos diz:

      com o céu talento esse frutos do mar. este prato estar lindo, para bens ..

      1. Obrigada, Adelair. :)

  2. Andressa diz:

    Eu fiz!!!
    Ficou ótimo!!
    Obrigada pela receita..

    1. Èeee! Obrigada por vir me contar, Andressa! ;*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.