Fritada de macarrão: reaproveitamento rápido e saudável

Receita fritada de macarrão fritatta reaproveitamento

Viajar é sempre uma grande oportunidade para conhecer novos restaurantes e fazer uma imersão em outras culturas e cozinhas. Porém, sobretudo em viagens mais longas, é comum sentirmos saudade de uma comida ou mais caseira, ou mais saudável, ou mais leve para o bolso. Todas as vezes nas quais saí do Brasil, senti vontade de apresentar para vocês alternativas para essas situações que podem variar com a necessidade, com a vontade, e com os ingredientes locais. Por exemplo, em 2013 passei uma semana em Paris e outra em Amsterdam, ambas hospedada em hotéis. Durante esse período, aproveitei ao máximo as opções de café da manhã e almoço – que em geral é bem mais barato que o jantar – e me deslumbrava no supermercado antes de voltar para o hotel. Ao chegar, pedia prato, copo e talher na recepção e montava uma linda salada ou sanduíche – caprichando nos itens que são mais raros ou caros no Brasil – e jantava já descansando as pernas, bebendo um bom champagne ou cerveja e gastando pouco. Adoro esse formato!

Receita fritada de macarrão fritatta reaproveitamento

Nesta viagem aos EUA tem sido um pouco diferente: as porções servidas no almoço costumam ser bem maiores do que eu habitualmente como, e, ao final da refeição, os garçons e garçonetes recorrentemente perguntam se quero levar o que sobrou. Com um sorriso, respondo: “Yes, please“. Às vezes é meio sanduíche, outras vezes uma carne que vira sanduíche, noutras, dois pedaços de pizza que simplesmente esquento no forno. Mas o que fazer quando sobra um pappardelle que já chegou à mesa um tiquinho além do ponto al dente, porém com um divino ragu de cordeiro? Foi a pergunta que me fiz quando comi esse macarrão no Toby’s Public House.
(em um próximo post falarei com calma do Toby’s e suas pizzas)

Receita fritada de macarrão fritatta reaproveitamento

No caminho para casa, lembrei de uma receita de frittata di pasta, que há anos vi na revista Blue Cooking, e, confesso, achei muito esquisita. Mas ali estava uma grande oportunidade para experimentar o que aqui chamaremos de fritada de macarrão, no nosso querido português. Além do pappardelle com ragu de cordeiro, usei azeite, sal, pimenta, ovos e um pouco de queijo de cabra para acentuar o sabor desse ingredientes que já havia salpicado sobre o molho. O modo de fazer está logo ali embaixo, mas, antes, preciso contar que o resultado foi surpreendente: ficou muito saboroso e, por ser o pappardelle uma massa mais larga, a textura lembrou a de uma lasanha, que sentimos as folhas sendo cortadas a cada garfada. Foi uma repaginada e tanto!

Receita fritada de macarrão fritatta reaproveitamento

A fritada de macarrão já oferecia uma deliciosa porção de carboidrato e proteína, portanto, bastou uma salada de folhas (que já comprei diversificada e higienizada) e em 15 minutos a refeição estava completa!

Fritada de macarrão

Ingredientes
ovos
qualquer formato de macarrão já cozido e temperado
azeite de oliva (ou outro de sua preferência)
sal e pimenta-do-reino moída a gosto
temperos e acompanhamentos que combinem com o molho do macarrão

As quantidades variarão em função da porção de macarrão. O importante é que os ovos, que serão batidos, cubram ao menos 2/3 da altura da massa. Na fritada deste post, usei o equivalente a um prato de pappardelle e 3 ovos.

Receita fritada de macarrão fritatta reaproveitamento

Modo de fazer
Bata os ovos com um pouco de sal e pimenta-do-reino moída na hora.

Aqueça em fogo médio uma frigideira antiaderente com um fio de azeite. Despeje metade dos ovos, distribua por cima e de maneira uniforme o macarrão, e cubra com o restante dos ovos. Abaixe o fogo e acrescente os complementos que quiser: temperos frescos, pedacinhos de queijo, azeitona, tomatinhos, etc.

Tampe a frigideira e deixe cozinhar até o centro da fritada ficar firme. Se tiver grill, coloque a frigideira (que não pode ter partes de plástico ou silicone!) no forno para dourar a superfície.

Sirva a fritada de macarrão quente, na frigideira ou desenformada em um prato, acompanhada de uma salada bem temperada. Bom apetite!

Dica
Se quiserem outras inspirações, confiram aqui a receita de fritada de cogumelo Paris, ricota e cebola.

—————-——————————–—-> As fotos deste post foram feitas com iPhone.

Na bula do publicada no site da Anvisa, a empresa farmacêutica informa que um comprimido de 50 mg deve ser tomado em até uma hora antes da relação sexual.

Você também pode gostar...

3 comentários

  1. Raquel diz:

    Amei muito, Maria! Realmente, várias vezes durante a viagem a gente sente vontade de comer algo mais à vontade, que bom que rolou de fazer esse prato no próprio hotel! :)

    1. Ah, desta vez não estou em hotel, Raquel, mas sim na casa de uma prima. Mas em algumas viagens, como quando vou para Buenos Aires, prefiro alugar apartamento e ter minha própria cozinha; fica mais barato e aconchegante. ;)

  2. Amei a receita vou fazer,depois digo como ficou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.