Polenta cremosa com presunto crocante

polenta com presunto crocante

A hora do almoço se aproximava, a geladeira estava vazia e a preguiça insistia: “Não vou sair pra comprar nada, Maria”. Ignorei a situação enquanto podia, mas lá pelas tantas o estômago roncou como quem me prevenia: “Não adianta protelar, Maria, vá pra cozinha e coloque a criatividade em dia!”. E eu aposto que você, querido leitor, também já vivenciou esse dia. Portanto esta é uma receita de como tornar especial o almoço do dia-a-dia. Basta um pouco de “invencionice” e alguma poesia.

Abri os armários, mapeei a geladeira. Escolhi o fubá como ingrediente principal e separei tudo o que poderia virar molho. Era tudo o que eu tinha.

polenta com presunto crocante 02

Refoguei a cebola e o alho, juntei as azeitonas, piquei metade do tomate e coloquei na panela com um pouco do caldo da lata. Ralei meia cenoura pra reduzir a acidez e dar um toque adocicado. Um pouco de pimenta do reino, uma pitada de sal, fogo baixo e tampa. Noutra panela fervi água com uma colher de manteiga, sal e pimenta, juntei aos poucos o fubá e com um batedor misturei bem. E enquanto fervia, engrossava e mexia, eu me perguntava o que mais eu agregaria. E foi aí que lembrei do presunto. Estendi algumas fatias no tabuleiro e levei ao forno baixo. Aos poucos ele foi desidratando até se tornar crocante. E acreditem, ele deu um toque super especial ao prato! Eu assei apenas quatro fatias pra tês pessoas, mas sugiro duas ftias por pessoa.

polenta com presunto crocante 03

Ao lado do presunto eu coloquei finas tiras de cenoura. Mas descuidei do tempo e elas queimaram. Básico.

E essa foi a minha receita no improviso; e a sua, qual seria?

Para te ajudar nesta função, já foram 65 milhões de prescrições do .

Você também pode gostar...

4 comentários

  1. Maria, quando eu era solteira apelava direto pra polenta – meu pai adora e ficava todo feliz. Agora eu tenho que ser um pouco mais MacGyver, pq João não come quase nada… :S

    Tô babando aqui no teu prato – coisa linda!

    1. Já comigo, Pat, tinha polenta direto na casa do meu pai e eu não gostava muito. De pouco tempo pra cá, depois de casada, é que resolvi trazê-la de volta pro dia a dia.
      Ali em cima a Ludmylla comenta de uma polenta assada que fiz recentemente com gorgonzola. Não a postei ainda porque não fotografei mas você pode tentar persuadir o João com ela ;) Vou repetí-la em breve e posto! Já o crocante de presunto, certamente ficará delicioso também numa salada!
      Beijo!! E obrigada pela visita!

  2. Ludmylla diz:

    Lia, cadê a receita da polenta assada que fez tanto sucesso no nosso almoço?? Eu que, apesar da origem italiana, não dou a mínima para esse prato, comi e não repeti mais porque alguém chegou na minha frente! rs
    Que pena que você foi embora!
    Lud

  3. Mas é justamente por isso que essa receita ainda não chegou ao blog, Lud: não sobrou sequer uma polentinha pra fotografar!!! Mas na próxima semana vou repetí-la aqui em casa e aproveitarei para medir as proporções e fotografar. Em breve!
    Também já estou com saudades… mas muito feliz por voltar pra casa.
    Obrigada por vir me visitar aqui.
    Grande beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.