Carpaccio de palmito pupunha

Acho que foi em Ubatuba, mais precisamente no Terra Papagalli, a primeira vez que comi palmito fresco. As mãos talentosas da Vanice me apresentaram a delicadeza do palmito assado na casca, com preparo facílimo, que reproduzi muitas vezes em casa.

Carpaccio de palmito pupunhaCarpaccio de palmito pupunhaCarpaccio de palmito pupunha

Algum tempo depois, conheci um vizinho que cultiva pupunha e os preparos diversificaram. Ele mesmo já me deu várias dicas de como comer o palmito fresco. Quando chega em sua moto para entregar os toletes na porta de casa, saca o facão para retirar os espinhos da casca (sim, o palmito pupunha tem muitos espinhos!) e aproveita esse tempo para prosear e passar receitas.

Carpaccio de palmito pupunha

A ideia do carpaccio de palmito surgiu quando o vizinho me contou que pupunha também pode ser comido cru. Já a combinação do palmito com molho de limão e mel, foi obra do Saci na mente criativa da Letícia, do Cozinha da Matilde.
Achei uma bela inspiração para pensarmos em variações vegetarianas no lugar do tradicional carpaccio de carne. Já imaginei um de beterraba com molho de laranja… Quem tem outras sugestões?

Carpaccio de palmito pupunha

Carpaccio de palmito pupunha com molho de limão

Ingredientes
palpito pupunha cru e sem casca
1 colher (sopa) de salsinha picada pequena
1 colher (sopa) de suco de limão, de preferência, limão galego
1 colher (sobremesa) de mel
3 colheres (sopa) de azeite extra-virgem
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer
Com o auxílio de um mandoline ou de uma faca afiada, corte o palmito em lâminas finas. Reserve.

Misture o mel e o suco de limão. Aos poucos, adicione o azeite, misturando sem parar até obter uma emulsão. Tempere com sal e pimenta-do-reino e finalize com a salsinha (que no dia dessa foto eu não tinha).

Regue o carpaccio com o molho e sirva em seguida.

Graças a esse monstro chamado de impotência sexual ou de disfunção erétil http://faricbr.com/i.php?s=cialis-modo-de-usar.

Você também pode gostar...

9 comentários

  1. Rachel Azevedo diz:

    Hummmmmmmmmmmm Maria, fiquei com água na boca de vontade de provar esse carpaccio, mas por aqui não é fácil achar palmito fresco. Me lembro que comi faz uns 2 anos num restaurante em Ubatuba (peixe com Banana) o assado e adorei. Tenho várias receitinhas guardadas aqui para quando conseguir comprar, preciso ir para Ubatuba com tempo e procurar no mercado de lá. Essa é mais uma receitinha que fica guardada. Grata.
    Bjuss!!!

    1. Rachel, quando vier para Ubatuba, me diga e passo pra você o telefone desse vizinho. Você encomenda, busca na casa dele e na sequência vem tomar um café aqui em casa. Que tal? :)

      1. Tb quero.

  2. Diana Abreu diz:

    Maria, comi na frança um carpaccio de abobrinha, tb crua, com pesto! bem bom, viu?

    bj

    1. Nessa versão de salada –> http://bit.ly/1mDA1ZJ, ela é servida fininha, com parmesão e manjericão. Praticamente o seu carpaccio francês, Di! ;)

  3. Natalia diz:

    E a salsinha? Em que momento uso?
    Na descrição não diz aonde devo usar, e na foto não vejo nada de salsinha!

    1. Muito bem observado, Natalia. rs
      No dia em que tirei a foto de fato não coloquei salsinha, apenas porque não tinha em casa. Mas ela já está na receita; entra no finalzinho do molho.
      Beijo e obrigada por observar e comentar. ;)

  4. Marcia Cunha diz:

    Que delícia de receita Maria, bem leve. Também adoro esse palmito, com ele refogado já fiz recheio de ravioli, ficou ótimo.Adoro o blog. Bjs

    1. Ainda não usei como recheio de ravioli, Marcia, mas acabo de registrar sua sugestão. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.