Medalhão de filé mignon com arroz à piemontese

Vídeo-receita: medalhão de filé mignon com arroz à piemontese

Aqui está uma receita que me remete à época em que eu passava as férias com meus avós maternos no Rio de Janeiro. Num dos restaurantes que frequentávamos, o La Mole, este era o meu prato favorito: medalhão com arroz à piemontese! Bom proveito!

Medalhão com arroz à piemontese
receita para quatro pessoas

Ingredientes para o medalhão
4 medalhões de filé mignon
4 fatias finas de bacon
2 colheres de sopa de manteiga
azeite
pimenta do reino e sal a gosto

Ingredientes para o molho
1 xícara de vinho tinto seco
1 colher de sopa de mostarda
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de manteiga
1 pedaço de pau de canela
pimenta do reino e sal a gosto

Ingredientes para o arroz à piemontese
1 xícara de arroz branco lavado e escorrido
1 cebola picada
100 gramas de manteiga
320 gramas de champignon (200 g drenado)
500 gramas de creme de leite fresco
60 gramas de queijo muçarela ralado
60 gramas de queijo parmesão ralado
80 ml de rum ou conhaque
1 xícara de vinho branco seco
1 xícara de água fervente
noz-moscada
sal a gosto

Modo de fazer
Prepare o arroz como de costume: refogue metade da cebola picada em um pouco de manteiga e óleo, acrescente o arroz lavado e escorrido e mexa até que esteja soltinho e brilhante. Acrescente sal, a água e o vinho fervendo, abaixe o fogo e tampe a panela. Quando o liquido secar, desligue.

Noutra panela, coloque o restante da manteiga e da cebola e refogue até que ela fique transparente; junte o champignon e misture um pouco mais. Coloque o rum e, com cuidado, flambe. Quando a chama dentro da panela apagar, insira o creme de leite e o queijo muçarela. Mexa e quando estiver quase fervendo, desligue. Próximo da hora de servir, aqueça novamente, misture o arroz, acrescente o parmesão e a noz-moscada. Experimente, acerte o sal se necessário, e está pronto.

Tempere os medalhões com pimenta do reino moída na hora. Enrole-os com uma fatia de bacon e prenda com um barbante ou palito. Coloque sal dos dois lados e regue com azeite. Aqueça em fogo alto uma frigideira antiaderente grande; coloque um pouco de manteiga e frite os medalhões até dourarem dos dois lados; cerca de dois minutos de cada lado. Quando estiverem dourados transfira-os para uma assadeira e coloque-os no forno pré-aquecido a 200 º C. Retire em até cinco minutos e deixe-os descansando envoltos em papel laminado.

Volte a mesma frigideira pro fogo, com o fundinho de carne e gordura que nela ficaram, acrescente um pouco do vinho e mexa até soltar tudo que estava no fundo. Junte o restante do vinho, o mel, a mostarda e a canela; abaixe o fogo e deixe reduzir até se tornar uma espécie de xarope. Nesse ponto, retire a canela, prove, acerte o tempero e desligue o fogo.

Sirva colocando uma farta colherada de arroz à piemontese, ao lado o molho e sobre ele o medalhão.

A tecnologia da medicina , que se entende como sendo a incapacidade de obter ou manter uma ereção (rigidez do pênis) suficiente para um desempenho sexual satisfatório.

Você também pode gostar...

38 comentários

  1. Boa receita, mas os cogumelos podiam ser in natura, acho que teria um resultado melhor, tenho cisma por champignon em concerva…

    1. Olá, Gilberto! Obrigada pela visita e pelo comentário. :)
      Eu também gosto muito dos cogumelos frescos e prefiro tanto o sabor quanto a textura. No entanto, ele não é tão acessível quanto o em conserva que pode ser achado em qualquer mercado. Eu havia gravado essa sugestão de substituição e só agora me dei conta que ela ficou de fora na edição. Mas substitua por eles se for experimentar a receita; tenho certeza que ficará uma delícia!
      Um abraço e bom final de semana!

  2. Mariana Morais diz:

    Mariaaaaa!!! Você é um doce de pessoa, dá gosto de ver você cozinhando!
    Você faz parecer tão simples! Eu amo esse prato também, com certeza vou testar a receita.
    só uma perguntinha: quem não tem acesso a medalhões prontos, como fazê-los?
    Aqui está oficialmente mais uma fã,
    com um abraço mineiro,
    Mariana

    1. Ah, que fofa, Mariana. Obrigada! :) E não sou eu que faço parecer simples, escolhi as receitas a dedo pra que fossem realmente simples. ;)
      Procurei um vídeo que ensinasse a enrolar os medalhões mas não achei… Já vi o açogueiro preparando e, pelo que me lembro, ele pegava a peça de filé mignon inteira e a enrolava bem apertada no filme plástico, girando até ficar um cilindro. Depois disso ele é refrigerado e quando a carne está firme corta-se em fatias grossas com uma faca bem afiada. Mas se você for num açougue acredito que prepararão pra você.
      Aguardo notícias!
      Beijo!

      1. Mariana Morais diz:

        aaaah… deve dar certo sim, mesmo que não fique tão redondinho, deve ficar bom. Ainda não testei essa receita, mas está no meu top 10! Eu queria ter mais tempo pra cozinhar, ultimamente só posso fazer isso no sábado. Tô fazendo curso de culinária na segunda-feira e testando as receitas no sábado, mas tanto essa quanto aquela de bolo de mel com sorvete estão sorrindo pra mim!
        Maria do céu, eu não saio mais do seu site, nem do seu pé rsrsrsrsrs
        Beijos

        1. ahahaha Mas é pra isso que este blog está aqui, Mariana, pra receber vocês na minha cozinha a todo tempo e a qualquer hora. ;D
          A correria serve para darmos mais valor ao nosso tempo e para aprendermos a utilizá-lo melhor, né?! Mas torço pra que logo você tenha mais disponibilidade pra se dedicar à cozinha. E como é esse curso que você está fazendo? (perguntou a curiosa :P)
          Beijo!

  3. DIVINO!!! Adoro suas receitas e essa é uma das minhas preferidas…. Vou testar!!

    Beijos,
    Ana

    1. Êba! Tô esperando notícias, Ana Paula!

  4. MAria vc está nos deixando viciados com esse negócio de video. Que delicia te ver cozinhando! E cade Antonio?
    Bjs

    1. Adorei você perguntar do Antonio, Dricka! Ele não aparece nesse e nos próximos 3 ou 4 episódios… mas acho que ele voltará pra cena logo mais. ;)
      Beijo!!

  5. Adriana Sanchez diz:

    Oi Ma! Bom dia! No lugar do rum/conhaque no arroz pode-se substituir por cachaça?
    Bjãooooooooo e excelente findi

    1. Olá, Adriana! Boa tarde!
      Olha, eu acho que o sabor sobretudo do conhaque combina mais com esse prato. Não acho que ficará ruim com cachaça, mas sem dúvida ficará diferente.
      Beijão e me conta se experimentar!

  6. Maria querida que pratinho lindo e delicioso!! Fiquei aqui desejando um prato desses ao ver o vídeo! É uma delicia seu programa, super legal e vc apresenta super bem ! Parabéns ! Beijoos e ótimo fds Tereza

    1. Obrigada, Tereza! O bom de desejar um prato como esses é já saber que é simples prepará-lo, né?! ;)
      Beijo e ótimo final de semana!

  7. Dione Pinheiro diz:

    Querida Maria!Que saudades!
    Achei a sua receita maravilhosa e estou ansiosa para experimentá-la.
    Vê-la fazer a receita passo a passo foi muito bom,creio que aprendi bastante,conto depois…
    Vc sabe, como sua amiga ama ese arroz…e esse arroz sempre me lembra vc!
    Tb é uma alegria participar de suas vitórias.
    Prossiga e que o Senhor continue abençoando vc, pois dEle vem todas as coisas.Bjs!

    1. Ô, Dione, muito obrigada pela visita e pelo carinho. Daqui também sinto muita saudade!
      Vou amar se você fizer esse arroz pra Elaine pois de alguma forma estarei aí almoçando ou jantando com vocês. ;) Pra mim é de extrema importância a participação de vocês neste e em todos os bons momentos da vida.
      Grande beijo!

  8. Eduardo Sérgi diz:

    Valeu Maria. Eu preparo o medalhão um pouco diferente: eu costumo colocar uma colher de farinha de trigo no molho para engrossar um pouco e o arroz eu não costumo fazer com champignon porque a minha filha não gosta e pede prá eu não colocar. Mas vou experimentar fazer do seu jeito. Ele parece ficar ótimo da maneira que você faz.

    1. Variações não faltam na cozinha, né, Eduardo Sérgio?! E aí está parte da graça: podemos sempre experimentar preparações novas, ainda que sutis.
      Em alguns molhos eu também uso um pouquinho de farinha mas nesse gosto de deixar o vinho reduzir para ter um sabor bem acentuado. O seu também é com vinho? Conta aí que eu gosto de saber. ;)
      Beijo e ótima semana!

  9. Um sucesso!!!!!
    parabéns, Maria!!!!!
    sigo todos os episódios!

    Beijos

    1. ;*

  10. Oi Maria,
    Suas receitas fazem sempre sucesso aqui em casa.
    Muito obrigada por partilhar conosco.
    BJ,
    Lylia

    1. É um prazer, Lylia! E obrigada por vir me dizer. :) Testou alguma nova esses dias??

  11. Prato perfeito, fiquei aguando de vontade de comer agora.

    1. Bom, Teresa, eu sou suspeita, mas pra mim é desses pratos infalíveis! Pra quem gosta de carne e creme de leite, claro! rsrs
      Beijo e obrigada pela visita!

  12. Marcelle diz:

    Oi Maria,
    Hoje fiz esse prato…SUCESSO!!! Uma delícia e muito fácil seguir a sua receita, só deu um medinho na hora de flambar, mas no final ficou tudo certo e saboroso. Obrigada por compartilhar suas experiências com receitas cheias de detalhes e carinho, sem esquecer os vídeos (adoro!) tão gostosos de assistir. Um beijo e sempre mais sucesso pra você.

    1. É um prazer compartilhar, Marcelle! E receber retornos como o seu faz tudo isso valer ainda mais. :)
      Fiquei muito feliz em saber que deu certo por aí, afinal, cada cozinha, cada fogão, cada mão é de um jeito, né?! E se você gosta desse tipo de menu, que tal uma hora dessas experimentar esse rosbife com champignon?! https://digamaria.com.br/videos-receita
      Beijo! E até breve! ;)

  13. Fernando diz:

    Maria, fiz o prato e foi um sucesso aqui! Muito obrigado por compartilhar.
    Felicidades sempre!

    1. Muito obrigada por ter voltado pra me contar, Fernando! Fico muito feliz. Já viu a vídeo-receita do rosbife com creme de champignon? https://digamaria.com.br/archives/4674 Sempre acho que qem gosta de uma vai gostar da outra. ;)

  14. Letícia diz:

    Maria, vc é uma fofa! Adoro seu blog, suas receitas e idéias!
    Eu sou meio medrosa, tem problema se colocar o conhaque e deixar ele evaporar sem flambar? O gosto muda muito?
    Parabéns e muito sucesso!
    Bjs

    1. Boa pergunta, Leticia. rsrs Não sei responder se dá muita diferença no sabor. Mas se você tem medo, faça sem flambar. Aposto que ficará uma delícia do emsmo jeito.
      Aguardo notícias. E muito obrigada pelos elogios. ;)

  15. helena correa diz:

    Maria, mais uma receita testada e uma delicia, minha filha disse: mamãe foi o melhor prato que cv ja fez. parabens.

    helena

    1. Que linda, Helena. :) Obrigada por vir me contar. Já experimentou o rosbife com champignon? É do mesmo estilo.
      Beijo!

  16. Nossa, adoro esse prato do La Mole também. Vou tentar fazer em casa. Mas o que adorei mesmo, Maria, foi escutar o canto do Bem-te-vi enquanto você fazia o prato :) Estou em Madrid e há muito tempo não ouvia esse pássaro… Que sereno. Obrigada pela receita! Un abrazo!

    1. Eu ri muito quando percebi que o canto do Bem-te-vi estava na gravação pois na primeira vez que assisti ao vídeo achei que ele cantava ao vivo. rsrs Aqui perto de casa tem muitos e toda tarde ficam ao menos dois se comunicando. É divertido.
      Beijo. E me conte quando preparar esse prato em casa, tá?!

  17. Carolina diz:

    Maria, me veio uma dúvida. Posso substituir o creme de leite pelo creme culinário?

    1. Carol, eu nunca usei creme culinário e infelizmente não posso lhe dar essa resposta. ;/

  18. Vanessa Luchesi diz:

    Oi Maria!!!
    Acompanho seus programas na ChefTV, daí que te conheci!!
    Amei a forma como vc explica e suas receitas são deliciosas!
    Fiz hoje o arroz piemontese com o medalhão e foi unânime!!!
    Todos amaram! Parabéns!!!
    Vanessa

    1. Amei receber essa notícia, Vanessa!
      Beijo grande e obrigada por vir comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.